Ludicidade e formação da criança no primeiro ano do ensino fundamental

  • Patrícia Vieira Bonfim Universidade Federal de São João del-Rei
  • Lucia Helena Pena Pereira Universidade Federal de São João del-Rei
Palavras-chave: Ludicidade. Formação Integral da Criança. Ensino Fundamental de Nove Anos.

Resumo

No intuito de analisar os desafios enfrentados pela criança de seis anos ao ingressar no Ensino Fundamental, este artigo apresenta alguns dos resultados de uma pesquisa realizada em escolas públicas de uma cidade mineira. O referencial teórico baseou-se em literatura que considera as atividades lúdicas como aquelas que possibilitam o envolvimento pleno e criativo da criança, favorecendo o seu desenvolvimento integral. Os resultados permitiram apontar que o brincar e o aprender são vistos como ações opostas na escola; há muitas dúvidas da comunidade quanto à ampliação do ensino obrigatório brasileiro e de como atuar nos anos iniciais, e que, cada vez mais, o lúdico tem ficado em plano secundário nas práticas pedagógicas. 

Biografia do Autor

Patrícia Vieira Bonfim, Universidade Federal de São João del-Rei

Mestre em Educação e Pedagoga pela Universidade Federal de São João del-Rei, especialista em Didática e Tecnologia do Ensino Superior. Pesquisadora do Núcleo de Pesquisas sobre o Corpo (NUPESC), da Universidade do Estado de Minas Gerais. Tem experiência na docência da Educação Básica e do Ensino Superior. Atualmente exerce o cargo de pedagoga no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais.

Lucia Helena Pena Pereira, Universidade Federal de São João del-Rei

Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia – UFBA, Professora Adjunta do Departamento de Ciências da Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São João del-Rei (DECED/UFSJ); Coordenadora do Núcleo de Estudos Corpo, Cultura, Expressão e Linguagens (NECCEL). 

Publicado
2016-02-21
Seção
Artigos