Educação infantil e avaliação

processos e perspectivas

  • Rita de Cássia de Freitas Coelho Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Alice de Paiva Macário Fundação Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação
Palavras-chave: Educação Infantil, Avaliação, Qualidade da Educação, Política Educacional

Resumo

Este artigo tem por objetivo fomentar a discussão sobre avaliação da educação infantil e apresentar as propostas de avaliação da educação infantil em construção no Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF), como contribuição para uma metodologia brasileira de avaliação da educação infantil. As propostas estabelecem três estratégias metodológicas de avaliação da educação infantil que podem ser implementadas de forma independente ou complementar: a) pesquisa de campo com uso de questionários aplicados online a diretores(as), coordenadores(as), professores(as) e auxiliares que atuam na educação infantil; b) avaliação por meio de observação em turmas de educação infantil; e c) avaliação das condições da oferta a partir da análise dos dados do Censo Escolar da Educação Básica do INEP, do Censo Demográfico e da PNAD do IBGE. As propostas se constituem com base nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (BRASIL, 2009), no Plano Nacional de Educação (BRASIL, 2014), na Base Nacional Comum Curricular (BRASIL, 2017), em diferentes documentos do Ministério da Educação e em experiências nacionais e internacionais.

Referências

BECCHI, Egle; BONDIOLI, Anna; FERRARI, Mônica. ISQUEN: indicadores e escala de avaliação da qualidade educativa da creche. In: CIPOLLONE, Laura (Org.). Instrumentos e indicadores para avaliar a creche: um percurso de análise da qualidade. Curitiba: Editora UFPR, 2014. p. 149-189.

BONDIOLI, Anna; FERRARI, Monica (a cura di). AVSI – Autovalutazione dela Scuola dell’Infanzia: uno strumento di formazione e il suo collaudo. S. Paolo: Edizioni Junior, 2008.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada e publicada em 5 de outubro de 1988. Brasília, DF: Senado, 1988.

_______. Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, DF, 23 de dez. 1996.

_______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Parâmetros Nacionais de Qualidade para a Educação Infantil. Brasília: MEC/SEB, 2006.

_______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Parâmetros básicos de infraestrutura para instituições de Educação Infantil. Brasília: MEC/SEB, 2006.

_______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil / Secretaria de Educação Básica. – Brasília: MEC/ SEB, 2009.

_______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Indicadores da Qualidade na Educação Infantil. Brasília: MEC/SEB, 2009.

_______. Ministério da Educação. Educação infantil: subsídios para construção de uma sistemática de avaliação. Brasília, DF: MEC/SEB, 2012.

_______. Ministério da Educação, UNICEF, UNDIME, Ação Educativa. Monitoramento do uso dos Indicadores da Qualidade na Educação Infantil: Relatório Técnico. Brasília, DF: MEC/SEB, 2013.

_______. Presidência da República. Lei nº 13.005/2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Brasília, 2014.

_______. Ministério da Educação. Relatório com estudos e discussões da Comissão Assessora de Especialistas da Avaliação da Educação Infantil. Brasília, DF: MEC/SEB, 2015.

_______. Lei 13.257, de 08 de março de 2016. Dispõe sobre as políticas públicas para a primeira infância. Brasília: MEC, 2016.

_______. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Conselho Pleno. Parecer CNE/CP no 15/17. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2017.

HARMS, Thelma; CLIFFORD, Richard M. Early childhood environment rating scale (ECERS). Chapel Hill: Frank Porter Graham Child Development Center, University of North Carolina, 1980.

HARMS, Thelma; CRYER, Debby; CLIFFORD, Richard M. Infant/toddler environment rating scale (ITERS). Chapel Hill: Frank Porter Graham Child Development Center, University of North Carolina, 1990.

HARMS, Thelma. O uso de escalas de avaliação de ambientes na educação infantil. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 43, n .148, p. 76-97, jan./abr. 2013. Tradução de Akemi Kamimura e revisão técnica de Beatriz Abuchaim.

JANNUZZI, Paulo de Martino. Indicadores Sociais no Brasil. 6 ed. Campinas, SP: Editora Alínea, 2017.

ROSEMBERG, Fúlvia. Políticas de educação infantil e avaliação. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 43, n. 148, p. 44-75, jan./abr. 2013.
Publicado
2020-06-30
Como Citar
Coelho, R. de C. de F., & Macário, A. de P. (2020). Educação infantil e avaliação: processos e perspectivas. Revista Pesquisa E Debate Em Educação, 10(1), 940 - 960. Recuperado de https://periodicos.ufjf.br/index.php/RPDE/article/view/32013