Catasterismos de Erastóstenes: traduzindo a mitologia das constelações

Autores

Palavras-chave:

tradução, Catasterismos, Eratóstenes, período helenístico, metamorfose astral, mitologia dos astros

Resumo

Neste artigo, apresentamos a tradução inédita para o português brasileiro de excertos da obra Catasterismos de Eratóstenes. Os capítulos escolhidos para tradução foram os correspondentes às constelações Ursa Maior, Boieiro, Touro (Híades), Plêiades, Órion, Escorpião e Cão Maior (Sirius). A seleção desse corpus deve-se à presença dessas constelações na épica grega antiga, visto que figuram nas obras de Homero e Hesíodo. Pretendeu-se, na tradução, reproduzir o caráter sinóptico e informativo do texto original, preenchendo todas as lacunas necessárias ao entendimento do texto em forma de notas e comentários que esclareçam os mitos, as referências, e tragam informações pertinentes ao contexto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALLEN, Richard Hinckley. Star-Names and Their Meanings. G. E. Stechert: Londres, 1899.

ARATO. Fenômenos. Tradução de José Carlos Baracat Junior, Rafael Brunhara et alii. Cadernos de Tradução, Porto Alegre, n. 38, jan-jun, 2016, p. 1-84.

ELVIRA, Antonio Ruiz de. Mitología clásica. 2ª ed. Madrid: Gredos, 1994.

FONSECA, Rui Carlos. A sonoridade das estrelas gravada nos Catasterismos de Eratóstenes. In: PÀMIAS, J. (ed.). Eratosthenes’ Catasterisms: Receptions and Translations. Mering Verlag: Utopica, 2016, p. 169-179.

PSEUDO–ERATOSTHENIS. Catasterismi. Ed. A. Olivieri. Leipzig: Teubner, 1897.

SAGAN, Carl. Cosmos. Companhia das Letras: São Paulo, 2017.

Downloads

Publicado

2022-12-27

Como Citar

MOREIRA, E. D. Catasterismos de Erastóstenes: traduzindo a mitologia das constelações. Rónai – Revista de Estudos Clássicos e Tradutórios, [S. l.], v. 10, n. 2, p. 73–85, 2022. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ronai/article/view/39029. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

Traduções