A explicação do erro em didática da tradução: erro no processo ou erro no produto?

Autores

  • Eliana Acevedo Zabala Universidade de Antioquia
  • Claudia Mejía Quijano Universidade de Antioquia

Palavras-chave:

erro de tradução, didática, processo tradutório, interferência

Resumo

A influência emocional e psicológica que a explicação dos erros de tradução exerce sobre os alunos torna muito importante o estudo desse tema para a didática da tradução. Este artigo apresenta uma pesquisa exploratória subjetiva sobre o assunto, mas que inclui o fator quantitativo por meio da análise comparativa das entrevistas semiestruturadas aplicadas a dois grupos de professores de tradução pertencentes a duas universidades distintas, uma no Canadá, outra na Colômbia. A pesquisa destacou a importância de reconhecer o processo tradutório dos alunos a fim de explicar os seus erros, e a influência do contexto acadêmico e global do país na didática desenvolvida pelos professores estudados. Tais resultados foram colocados em perspectiva quanto às condições materiais de ensino, diferentes para cada grupo. Hipóteses e orientações didáticas são propostas no fim do artigo.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

HATIM, B., MASON, I. (1997). Translator as communicator. Londres et New York: Routledge.

HURTADO ALBIR, A. (1996). La enseñanza de la traducción. Castelló: Universitat Jaume I. Lederer, M. (1994). La traduction aujourd’hui: le modèle interprétatif. Paris: Hachette. Lee-Jahnke, H. (2001). Aspects pédagogiques de l’évaluation en traduction. Meta. 46(2), 258-
271.

Mejía Quijano, C. (2009). L’erreur: la place du traducteur.En Forstner, M., Lee-Jahnke, H., & A. Schmitt, P. (eds.). CIUTI-FORUM 2008. Enhancing translation quality: ways, means, and methods (313- 326). Bern: Peter Lang.

Mejía Quijano, C., Ansermet, F., & Germond, M. (2006). Parentalité stérile et procréation médicalement assistée. Le dégel du devenir. Ramonville Saint-Agne: Eres.

Mejía Quijano, C. & Marmolejo, S. (2010). Las prácticas de transferencia, laboratorio del habla. Entornos, 23, 93-103.

Nord, C. (2012). Texto base-texto meta. Un modelo funcional de análisis pretraslativo. Universitat Jaume I. Servei de Comunicació i Publicacions.

Nord, C. (1996). El error en la traducción: categorías y evaluación. En A. Hurtado Albir (ed.). La enseñanza de la traducción. Castellón: Publicaciones de la Universidad Jaume I.

Lederer, M. (2001). Bilinguismo y lenguas en contacto. Madrid: Alianza.

Toury, G. (1979). Interlanguage and its manifestations in translation. Meta. 24, 223-231.

Weinreich, U. (1953). Languages in contact. French, German and Romansh in twentieth century Switzerland. New York: Linguistic Circle of New York.

Downloads

Publicado

2016-09-09

Como Citar

ZABALA, E. A.; QUIJANO, C. M. A explicação do erro em didática da tradução: erro no processo ou erro no produto?. Rónai – Revista de Estudos Clássicos e Tradutórios, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 35–47, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ronai/article/view/23163. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos