O Processo de Inserção da Estatística no Currículo da Educação Básica no Brasil

Autores

Palavras-chave:

Educação Matemática, Estatística na Educação Básica, Matemática Escolar, Currículo, Documentos Oficiais

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar a inserção da Estatística na Matemática escolar a partir de sua trajetória, que se dá no curso das mudanças curriculares do governo brasileiro expressas nos documentos oficiais. A análise desse percurso de inserção se deu a partir de um estudo qualitativo e bibliográfico em documentos e artigos de pesquisa em Educação Matemática relacionados à temática. A investigação permitiu identificar três fases no processo de entrada do ensino de Estatística como parte da Matemática escolar: um período anterior aos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), em que não havia recomendação em âmbito nacional para a elaboração do currículo da Educação Básica; uma fase em que a inclusão da Estatística é feita com caráter norteador, a partir da publicação dos PCN; e a terceira fase iniciada com a proposição da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), em que a Estatística é contemplada de maneira efetiva desde os anos iniciais do Ensino Fundamental até o Ensino Médio. Este gradual processo de mudança é analisado até o momento atual, em que a temática é classificada como uma grande área da Matemática, e cujo caráter normativo garante, em tese, que seus tópicos sejam estudados ao longo da formação escolar dos estudantes da Educação Básica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Referências

BORBA, R. et al. Educação Estatística no Ensino Básico: currículo, pesquisa e prática em sala de aula. Revista de Educação Matemática e Tecnologia Iberoamericana, v. 2, n. 2, 2011. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/272679490_EDUCACAO_ESTATISTICA_NO_ENSINO_BASICO_CURRICULO_PESQUISA_E_PRATICA_EM_SALA_DE_AULA. Acesso em: 24 set. 2023.

BÔAS, S. G. V.; CONTI, K. C. Base Nacional Comum Curricular: um olhar para a estatística e probabilidade nos anos iniciais do ensino fundamental. Ensino em Revista, v. 25, n. Especial, p. 984-1003, 2018. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/emrevista/article/view/46453. Acesso em: 25 set. 2023.

BRASIL. Lei n.º 9394/96. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, 1996. Disponível em: chrome-extension://efaidnbmnnnibpcajpcglclefindmkaj/https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/572694/Lei_diretrizes_bases_4ed.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 24 set. 2023.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: Ministério da Educação/Secretaria de Educação Fundamental, 1997. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro01.pdf. Acesso em: 24 set. 2023.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: Ministério da Educação/Secretaria de Educação Fundamental, 1998. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/introducao.pdf. Acesso em: 24 set. 2023.

BRASIL. PCN+ Ensino Médio: orientações educacionais complementares aos parâmetros curriculares nacionais – Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias. Brasília: Ministério da Educação/Secretaria de Educação Média e Tecnológica, 2002. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/CienciasNatureza.pdf. Acesso em: 24 set. 2023.

BRASIL. M. E. Base Nacional Comum Curricular - Educação é a Base: Ensino Médio. Brasília: MEC, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 24 set. 2023.

CORREIA, G. C. L. A transposição didática das medidas de tendência central e de dispersão para os documentos oficiais e os livros didáticos de matemática do ensino médio. 2021. 99f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) — Universidade Federal Rural de Pernambuco. Recife. 2021. Disponível em: http://www.ppgec.ufrpe.br/sites/default/files/testes-dissertacoes/A%20transposi%C3%A7%C3%A3o%20did%C3%A1tica%20das%20medidas%20de%20tend%C3%AAncia%20central%20e%20de.pdf. Acesso em: 23 mar. 2024.

FERNANDES, J. A.; CARVALHO, C. F.; CORREIA, P. F. Contributos para a Caracterização do Ensino da Estatística nas Escolas. Bolema, v. 24, n. 39, p. 585-606, 2011. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/bolema/article/view/5109. Acesso em: 25 set. 2023

GIORDANO, C. C.; ARAÚJO, J. R. A.; COUTINHO, C. Q. S. Educação Estatística e a Base Nacional Comum Curricular: o incentivo aos projetos. Revista Eletrônica de Educação Matemática, v. 14, p. 1-20, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/revemat/article/view/1981-1322.2019.e62727. Acesso em: 24 set. 2023.

GONZALEZ, H. et al. Educação Estatística em documentos curriculares brasileiros: um estudo comparado. Educação Matemática em Revista, v. 27, n. 77, p. 180-189, 2022. Disponível em: http://www.sbemrevista.com.br/revista/index.php/emr/article/view/3197. Acesso em: 24 set. 2023.

GRYMUZA, A. M. G. O que pode influenciar o currículo moldado pelos professores para ensinar estatística nos anos iniciais? 2022. 221f. Tese (Doutorado em Educação Matemática e Tecnológica). Centro de Educação. Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2022. Disponível em: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/48859?mode=full. Acesso em: 19 mar. 2024.

LOPES, C. A. E. Os desafios para Educação Estatística no currículo de Matemática. In: LOPES, C. A. E.; COUTINHO, C. Q. S.; ALMOULOUD, S. A. Estudos e reflexões em Educação Estatística. Campinas: Mercado de Letras, 2010, p. 47-64.

PANAINO, R. Estatística no Ensino Fundamental: uma proposta de inclusão de conteúdos matemáticos. 1998. 153f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática). Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 1998.

PONTES, M. M.; CASTRO, J. B. Uma breve discussão sobre a presença da estatística no currículo do ensino fundamental. Revista Espaço do Currículo, v.14, n. 2, p. 1-14, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/57471/33648. Acesso em: 29 mar. 2024.

RIGHI, F. P.; PAULA, E. F. Educação estatística e documentos oficiais: algumas implicações na prática docente no ensino fundamental. Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, v.2, n.1, p. 25-38, 2021. Disponível em: https://ojs.ifsp.edu.br/index.php/recet/article/view/1760. Acesso em: 24 set. 2023.

RODRIGUES, V. A. Uma experiência de inferência estatística informal na escola básica. 2016. 94f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Matemática) — Instituto de Matemática e Estatística. Universidade de São Paulo. São Paulo. 2016. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/45/45135/tde-26032018-165135/publico/Vinicius.pdf. Acesso em: 23 mar. 2024.

SAMÁ, S. Caminhos trilhados pelo GT12 nas pesquisas em Educação Estatística no Brasil, no período de 2016 a 2018. Revista Eletrônica de Educação Matemática, v. 14, p. 1-18, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/revemat/article/view/1981-1322.2019.e62755. Acesso em: 15 mar. 2024.

SANTOS, R. M. dos. Estado da arte e história da pesquisa em Educação Estatística em Programas Brasileiros de Pós-Graduação. 2015. 200f. Tese (Doutorado em Educação). Faculdade de Educação. Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2015. Disponível em:https://www.repositorio.unicamp.br/acervo/detalhe/963478?guid=1695590787365&returnUrl=%2fresultado%2flistar%3fguid%3d1695590787365%26quantidadePaginas%3d1%26codigoRegistro%3d963478%23963478&i=1. Acesso em: 24 set. 2023.

SILVA, N. A.; FIGUEIREDO, H. R. S. A Educação Estatística na Educação Básica de Brasil, Estados Unidos, França e Espanha segundo os documentos de ensino. Revista Eletrônica de Educação Matemática, v. 14, p. 1-20, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/revemat/article/view/1981-1322.2019.e62813. Acesso em: 24 set. 2023.

Downloads

Publicado

2024-04-15

Como Citar

OLIVEIRA, H. M. P. de; BASTOS, R. R.; BESSEGATO, L. F. O Processo de Inserção da Estatística no Currículo da Educação Básica no Brasil. Revista de Investigação e Divulgação em Educação Matemática , [S. l.], v. 8, n. 1, 2024. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ridema/article/view/42982. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos