Mapeamento de teses de doutorado sobre o processo de desenvolvimento de conceitos na formação de professores que ensinam matemática: Uma análise com base na Teoria Histórico-Cultural

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34019/2594-4673.2023.v7.38346

Palavras-chave:

Teoria Histórico-Cultural; Formação de professores; Formação de conceitos; Conceito científico; Matemática.

Resumo

O presente artigo objetivou investigar, nas teses indexadas na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), no período de 2010 a 2022, como pesquisadores brasileiros conduzem o processo de desenvolvimento de conceitos na formação de professores que ensinam matemática à luz da Teoria Histórico-Cultural e seus desdobramentos. Trata-se de uma revisão integrativa, guiada por sete ações: 1) Estudo do processo de revisão integrativa; 2) Delimitação da temática, problema e objetivo de pesquisa; 3) Busca de teses na BDTD; 4) Estabelecimento dos critérios de inclusão e exclusão; 5) Seleção das pesquisas; 6) Levantamento, organização e descrição dos dados; e 7) Análise e interpretação dos resultados. Na busca por teses de Doutorado na BDTD, utilizamos os descritores formação de conceitos, professores e matemática. Adotamos como critérios de inclusão as pesquisas realizadas no Brasil que abordavam formação de conceitos matemáticos no contexto da formação de professores com base teórica procedente da Teoria Histórico-Cultural. Assim, selecionamos cinco teses de Doutorado. Para análise, consideramos as seguintes temáticas: 1) contexto geográfico das pesquisas; 2) contexto da formação de professores; 3) desdobramentos da Teoria Histórico-Cultural adotados nas pesquisas; 4) principais autores que sustentam o processo de formação de conceitos; e 5) desenvolvimento de conceitos na formação de professores. A principal lacuna detectada consiste na falta de explicitação dos elementos da lógica que sustenta o método de ensino e aprendizagem no relato da experiência investigativa com os professores. Tal lacuna se constitui em pauta para futuras pesquisas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Josélia Euzébio da ROSA, UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA - UNISUL

Licenciatura em Matemática (UNESC - 2004), Mestrado (2006) e Doutorado (2012) em Educação, linha de pesquisa Educação Matemática pela UFPR. Professora e pesquisadora com vínculo pela UniSul. As pesquisas incidem no modo de organização do ensino de Matemática. Atua na graduação (Pedagogia e Matemática), Mestrado e Doutorado em Educação. Integrante da Academia Internacional de Estudios Histórico-Cultural. Em 2019 foi consultora do Currículo Base do Território Catarinense (2019), no componente de Matemática. Suas pesquisas são organicamente vinculadas ao GEPAPe (Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Atividade Pedagógica - USP). O GEPAPe abarca uma rede nacional de grupos de pesquisa organizada em núcleos regionais. Dentre os grupos que constituem o núcleo catarinense está o TedMat (Teoria do Ensino Desenvolvimental na Educação Matemática) e GPEMAHC (Grupo de Pesquisa em Educação Matemática uma Abordagem Histórico-Cultural). A pesquisadora em referência é líder do TedMat (Unisul) e vice líder do GPEMAHC (UNESC). Dentre os projetos de pesquisa desenvolvidos, destacam-se: 1) Produção de conhecimento docente dos professores que ensinam matemática no Ensino Fundamental: uma análise na abordagem histórico-cultural (CNPq); 2) Limites e possibilidades do processo de formação matemática no contexto de três Cursos de Pedagogia (CNPq) 3) Conhecimentos matemáticos na formação inicial de professores do Ensino Fundamental I (FAPESC); 4) Aprendizagem sobre o modo de organização do ensino de Matemática por acadêmicos de Pedagogia com base na Teoria do Ensino Desenvolvimental (FAPESC). Esses projetos sustentam, além da pesquisa, as ações de gestão, ensino e extensão de modo indissociável. Neste sentido, a pesquisadora aprovou e coordenou dois Cursos de Especialização com bolsas para os professores da Educação Básica pelo Programa de Bolsas Universitárias de Santa Catarina (Uniedu). Ao todo foram 140 bolsas distribuídas para 5 turmas. Três turmas no Curso de Especialização em Fundamentos e Organização Curricular e duas no Curso de Especialização em Inovação na Educação. Estes cursos, com bolsas para professores da Educação Básica, se constituíram em um profícuo contexto de articulação entre pesquisa, ensino, extensão e gestão. As aulas, tanto na graduação quanto em nível de pós-graduação são desenvolvidas no contexto de cooperação interinstitucional. Desta parceria surgiu, em 2013, o Seminário Interinstitucional de Educação Matemática UNISUL, UNESC, UNIBAVE e UESPI, com edições anuais. A partir de 2019 o evento foi transformado em internacional por meio de um Acordo de Cooperação Acadêmica Internacional firmado entre Universidade de Aveiro (Portugal) e Unisul. Durante o evento, que ocorre anualmente, estudantes, professores e pesquisadores apresentam suas aprendizagens e produções relacionadas ao modo de organização do ensino de matemática. Ainda sob o guarda-chuvas dos cinco projetos mencionados resultaram várias produções, dentre elas, destaca-se a organização do dossiê Estudos em Educação Matemática com Fundamentos na Teoria Histórico-Cultural, publicado na revista Poiésis/Unisul (2014); Dossiê - Sistema Didático Elkonin-Davidov-Repkin, publicado na revista Obutchénie/UFU (2021) e vários artigos, capítulos de livros e trabalhos completos em anais de eventos.

Referências

BESSA, M. L. Aprendizagem de geometria no curso de pedagogia: um experimento de ensino sobre a formação dos conceitos de perímetro e área baseado na teoria de V. V. Davydov. 2015. 262 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 2015. Disponível em: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/731. Acesso em: 15 jun. 2022.

BOTELHO, L. L. R.; CUNHA, C. A. C.; MACEDO, M. O Método Da Revisão Integrativa Nos Estudos Organizacionais. Gestão e Sociedade, [S. l.], v. 5, n. 11, p. 121–136, 2011. Disponível em: https://www.gestaoesociedade.org/gestaoesociedade/article/view/1220. Acesso em: 15 jun. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Pisa 2018 revela baixo desempenho escolar em Leitura, Matemática e Ciências no Brasil. [Notícias] 2019. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/busca-geral/211-noticias/218175739/83191-pisa-2018-revela-baixo-desempenho-escolar-em-leitura-matematica-e-ciencias-no-brasil. Acesso em: 15 jun. 2022.

CARVALHO, A. M. F. de. Psicologia sócio-histórica e formação continuada de professores em serviço: revisão integrativa de estudos de 2005 a 2020. 2020. 110 f. Tese (Doutorado em Educação: Psicologia da Educação) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2020. Disponível em: https://sapientia.pucsp.br/handle/handle/23434. Acesso em: 15 jun. 2022.

DAVÍDOV, V. V. La enseñanza escolar y el desarrollo psíquico. Moscú: Progreso, 1988.

FERREIRA, V. A. A formação de conceitos matemáticos nos anos iniciais: como professores pensam e atuam com conceitos. 2013. 156 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2013. Disponível em: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/702. Acesso em: 15 jun. 2022.

GALPERIN, P. Y. A formação dos conceitos e as ações mentais. In: LONGAREZI, Andréa Maturano; PUENTES, Roberto Valdés (Orgs.) Ensino Desenvolvimental. Antologia. Livro 1. 1. ed. Uberlândia: Edufu, 2017.

KOPNIN, P. V. A dialética como lógica e teoria do conhecimento. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.

______. Fundamentos lógicos da ciência. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1972.

LEONTIEV, A. N. Atividade, consciência e personalidade. Bauru: Mireveja, 2021.

MORETTI, V. D. O problema lógico-histórico, aprendizagem conceitual e formação de professores de matemática. Poiésis, Tubarão, Volume Especial, p. 29-44, jan./jun. 2014. Disponível em: https://portaldeperiodicos.animaeducacao.com.br/index.php/Poiesis/article/view/1737. Acesso em: 15 jun. 2022.

MOURA, M. O.; SFORNI, M. S. F.; LOPES, A. R. L. V. A objetivação do ensino e o desenvolvimento do modo geral da aprendizagem da atividade pedagógica. In: MOURA, M. O. (Org.). Educação escolar e pesquisa na Teoria Histórico-Cultural. São Paulo: Edições Loyola, 2017. p. 71-99.

PINHEIRO, Ana Cláudia Mendonça. Concepção e desenvolvimento de uma formação continuada de professores de matemática baseado na sequência Fedathi. 2016. 138f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2016. Disponível em: https://repositorio.ufc.br/handle/riufc/20827. Acesso em: 15 jun. 2022.

ROSA, J. E.; MARCELO , F. S. Teoria do Ensino Desenvolvimental e Atividade Orientadora de Ensino na sistematização do sistema de numeração no contexto da formação inicial de professores. Revista de Educação Matemática, v. 19, n. 01, p. e022023, 6 jun. 2022. Disponível em: https://www.revistasbemsp.com.br/index.php/REMat-SP/article/view/610. Acesso em: 24 jun. 2022.

SANTA CATARINA. Secretaria de Estado da Educação. Currículo base da educação infantil e do ensino fundamental do território catarinense. Florianópolis: SED, 2019. Disponível em: http://www.cee.sc.gov.br/index.php/curriculo-base-do-territorio-catarinense. Acesso em: 15 jun. 2022.

SARMENTO, A. K. C. O desenvolvimento lógico-histórico do conceito de medida e o processo de significação na atividade pedagógica. 2019. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2019. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-10122019-094300/pt-br.php. Acesso em: 15 jun. 2022.

VIGINHESKI, L. V. M. O soroban na formação de conceitos matemáticos por pessoas com deficiência intelectual: implicações na aprendizagem e no desenvolvimento. 2017. 275 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciência e Tecnologia) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2017. Disponível em: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/2471. Acesso em: 15 jun. 2022.

VIGOTSKI, L. S. A construção do pensamento e da linguagem. Tradução: Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

Downloads

Publicado

2023-04-03

Como Citar

FONTES, M. da S.; ROSA, J. E. da . Mapeamento de teses de doutorado sobre o processo de desenvolvimento de conceitos na formação de professores que ensinam matemática: Uma análise com base na Teoria Histórico-Cultural. Revista de Investigação e Divulgação em Educação Matemática , [S. l.], v. 7, n. 1, 2023. DOI: 10.34019/2594-4673.2023.v7.38346. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ridema/article/view/38346. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos