Ensaio sobre a importância da Educação Matemática Crítica na sociedade do conhecimento hodierna

Autores

  • Júlio Paulo Cabral dos Reis Instituto Federal de Minas Gerais https://orcid.org/0000-0003-0957-2710
  • Guilherme Mendes Tomaz dos Santos Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Palavras-chave:

Educação Matemática Crítica, Cidadania, Autonomia

Resumo

O ensaio, de natureza qualitativa, apresenta uma reflexão sobre o papel e a importância da Educação Matemática Crítica (EMC) na atual sociedade do conhecimento para com a formação do sujeito e para o pleno exercício da cidadania. Contextualiza a EMC como tendência da Educação Matemática, bem como apresenta seus pressupostos e base epistemológica. Também reflete sobre as potencialidades da utilização de modelos matemáticos para a tomada de decisão, pautada em uma perspectiva crítico-reflexiva. Destaca a necessidade da incorporação da EMC como uma postura didático-pedagógica no contexto educacional e no processo de escolarização do estudante, uma vez que poderá refletir no desenvolvimento da criticidade e autonomia ao longo da vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlio Paulo Cabral dos Reis, Instituto Federal de Minas Gerais

Mestre em Ensino de Ciências e Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC/MG. Professor de Matemática Efetivo do Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG campus Ibirité. 

Guilherme Mendes Tomaz dos Santos, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Pós-Doutorando em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Bolsista PNPD/CAPES. Doutor e Mestre em Educação pela Universidade La Salle com período sanduíche (em ambas formações) na Universidade La Salle México (ULSA).

Referências

APPELBAUM, Peter. Sobre incerteza, dúvida, responsabilidade e viagens: um ensaio sobre dois livros de Ole Skovsmose. Bolema, Rio Claro, v. 26, n. 42, p. 359-369, abr. 2012.

ARAÚJO, Jussara de Loiola. Uma abordagem sócio-crítica da modelagem matemática: a perspectiva da educação matemática crítica. Alexandria: Revista de Educação Ciência e Tecnologia, Florianópolis, v. 2, n. 2, p. 55-68, jul. 2009.

BASSANEZI, Rodney Carlos. Ensino-Aprendizagem com Modelagem Matemática: uma nova estratégia. 3. ed. São Paulo: Editora Contexto, 2013.

BORBA, Marcelo de Carvalho; SKOVSMOSE, Ole. A ideologia da certeza em educação matemática. In: SKOVSMOSE, Ole. Educação matemática crítica: a questão da democracia. 1. ed. Campinas: Papirus, 2001.

BORBA, Marcelo de Carvalho; SKOVSMOSE, Ole. A ideologia da certeza em educação matemática. In: SKOVSMOSE, Ole. Educação matemática crítica: a questão da democracia. 4. ed. Campinas: Papirus, 2008.

BRASIL. Presidência da República. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 03 abr. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 03 abr. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular: educação é base. Brasília, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf . Acesso em: 03 abr. 2020.

CAMPOS, Celso Ribeiro et. al. O ensino de gráficos estatísticos no contexto da Educação Crítica. Conferencia Interamericana de Educación Matemática, 14, Chiapas, México, 2015.

CARDOSO, Virgínia Cárdia. Resenha de Ole Skovsmose - Educação Matemática crítica: a questão da democracia. Revista Hiátia, v. 2. n. 1., p. 60-64. jun. 2017.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Etnomatemática: elo entre as tradições e a modernidade. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2012.

SÁNCHEZ HUETE, Juan Carlos; FERNÁNDEZ BRAVO, José Antonio. O ensino da matemática: fundamentos teóricos e bases psicopedagógicas. Trad. Ernani Rosa. Porto Alegre: Artmed, 2006.

JACOBINI, Otávio Roberto; WODEWOTZKI, Maria Lúcia Lorenzetti. Uma reflexão sobre a Modelagem Matemática no contexto da Educação Matemática Crítica. Bolema, Rio Claro, v. 19, n. 25, 2, p. 1-16, 2006.

MENEGHETTI, Francis Kanashiro. O que é um ensaio-teórico? Rev. Adm. Contemp., Curitiba, v. 15, n. 2, p. 320-332, abr. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/j/rac/a/4mNCY5D6rmRDPWXtrQQMyGN/?lang=pt . Acesso em: 09 jul. 2020.

PESSÔA, Esther Bahr; DAMÁZIO JUNIOR, Valdir. Contribuições da Educação Matemática Crítica para o processo de materacia nas séries iniciais do Ensino Fundamental: um olhar através dos Parâmetros Curriculares Nacionais. Boletim Online de Educação Matemática, Joinville. v. 1, n. 1, p. 76-98, jul./dez. 2013.

PREVISÕES DO FMI PARA A ECONOMIA MUNDIAL EM 2019 E 2020. Revista ISTOÉ, 2020. Disponível em: https://istoe.com.br/previsoes-do-fmi-para-a-economia-mundial-em-2019-e-2020/. Acesso em: 03 abr. 2020.

RENZ JUNIOR, Herton. A importância da Modelagem Matemática no Ensino-Aprendizagem. 62 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Matemática) – PROFMAT, Unidade Acadêmica Especial de Matemática e Tecnologia, Regional Catalão, Universidade Federal de Goiás, Catalão, 2015.

SKOVSMOSE, Ole. Democratic competence and reflective knowing in mathematics. For the learning of Mathematics. v. 2, n. 12, p. 1-10, jun. 1992. Disponível em: https://flm-journal.org/Articles/2DF973EBCA72E55E54AFE0A90669A.pdf . Acesso em: 10 jul. 2020.

SKOVSMOSE, Ole. Educação Matemática Crítica: a questão da democracia. Campinas, SP: Papirus. 2001.

SKOVSMOSE, Ole. Desafios da reflexão em educação matemática crítica. Campinas: Papirus, 2008a.

SKOVSMOSE, Ole. Educação matemática crítica: a questão da democracia. 4. ed. Campinas: Papirus, 2008b.

SKOVSMOSE, Ole. Um convite à Educação Matemática Crítica. 1. ed. São Paulo: Papirus, 2014.

SUTHERLAND, Rosamund. Ensino eficaz de matemática. Tradução de Adriano Moraes Migliavaca. Porto Alegre: Artmed, 2009.

VIEIRA, Nuno; D’AMBROSIO, Ubiratan. Do currículo trivium ao conhecimento trivium: o estudo do desenvolvimento do conhecimento trivium nos professores de matemática. REMATEC: Revista de Matemática, Ensino e Cultura, Natal, v. 9, p. 87-106, 2014.

Downloads

Publicado

2021-12-30

Edição

Seção

Artigos