O uso dos resultados dos Conceitos Enade 2014 e 2017 dos cursos de licenciaturas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG)

Autores

  • Camila Costa de Oliveira Teixeira Álvares Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) https://orcid.org/0000-0002-5907-4851

Palavras-chave:

Instituto Federal de Goiás. Licenciaturas. Enade.

Resumo

O artigo analisa o uso dos resultados dos Conceitos Enade 2014 e 2017 para os cursos de licenciaturas do  Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG): ciências biológicas, ciências sociais, dança, física, matemática, música, pedagogia bilingue e química. Para tanto, ancora-se numa investigação bibliográfica e exploratória a partir de dados colhidos por meio da análise de documentos institucionais do instituto e dos relatórios do Exame Nacional dos Estudantes (Enade) do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Em relação às análises dos relatórios Enade dos dois ciclos avaliados, os dados analisados revelam que os diversos cursos de licenciatura do IFG são considerados com desempenho mediano e baixo, conforme os indicadores de qualidade desse exame, tendo mantido uma maior concentração ao conceito 3. O uso dos resultados do Enade ainda não refletiu como instrumento que possibilita ao IFG sanar possíveis dificuldades e propor ações de melhorias apresentadas nos seus cursos de licenciaturas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BORGES, Regilson Maciel. Indicadores educacionais em foco: análise frente à realidade brasileira. In: ROTHEN, José Carlos; SANTANA, Andréia Cunha Malheiros. Avaliação da educação: referências para uma primeira conversa. São Carlos: EdUFSCar, 2018.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 13 set. 1996.

BRASIL. Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação Institucional. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 72, p. 3-4, 15 abr. 2004.

BRASIL. Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Diário Oficial da União: seção 2, Brasília, DF, p. 24, 30 dez. 2008.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 1 Edição Extra, 26 jun. 2014.

DIAS SOBRINHO, José; BALZAN Newton Cesar. Avaliação Institucional: teoria e experiências. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

DIAS SOBRINHO, José. Avaliação e transformações da Educação Superior Brasileira (1995-2009): do Provão ao SINAES. Avaliação, Campinas, v. 15, n. 1, p. 195-224, 2010.

GRIBOSKI, Claúdia Maffini. Regular e /ou induzir a qualidade? Os cursos de pedagogia nos ciclos avaliativos dos Sinaes. 2014. 482 f. (Tese de doutorado) –Faculdade de Educação, Universidade de Brasília, Brasília, 2014.

GRIBOSKI, Cláudia Mafinni; SOUSA, José Vieira. O Enade e a visão dos estudantes sobre os cursos de Pedagogia. In: SOUSA, José Vieira.; BOTELHO, Arlete de Freitas; GRIBOSKI, Cláudia Maffini (Org.). Financiamento e Avaliação na Expansão da Educação Superior. Anápolis,GO: Ed. UEG, 2018. p. 305-319.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS. Plano de Desenvolvimento Institucional (2012 a 2016). Goiânia/Goiás, 2013. Disponível em: http://www.ifg.edu.br/attachments/article/122/pdi.pdf. Acesso em: 10 abr. 2019.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS. Plano de Desenvolvimento Institucional (2019 a 2023). Goiânia/GO, 2018. Disponível em: https://www.ifg.edu.br/attachments/article/11546/PDI_IFG_2019_2023.pdf. Acesso em: 10 abr. 2019.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS. Regimento Geral. Goiânia/GO, 2015. Disponível em: http://www.ifg.edu.br/. Acesso em: 10 abr. 2019.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS. Relatório de Autoavaliação Institucional: ano referência 2019. Goiás/GO, 2020. Disponível em: http: https://www.ifg.edu.br/attachments/article/120/Relatt%C3%B3rio%20de%20Autoavalia%C3%A7%C3%A3o%20Institucional%20IFG%202019.pdf . Acesso em: 15 maio 2021.

INEP. Exame Nacional de Desempenho do Estudante. Relatórios dos Cursos de Licenciaturas do IFG. Brasília, 2014a. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/relatorios. Acesso em: 6 fev. 2020.

INEP. Exame Nacional de Desempenho do Estudante. Relatórios dos Cursos de Licenciaturas do IFG. Brasília, 2017a. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/relatorios. Acesso em: 6 fev. 2020.

INEP. Plano Nacional de Educação PNE 2014-2024: Linha de Base. Brasília, 2015.

INEP. Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior. Relatório da IES. IFG. Brasília, 2014b. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/relatorios. Acesso em: 6 fev. 2020.

INEP. Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior. Relatório da IES. IFG. Brasília, 2017b. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/relatorios. Acesso em 6 fev. 2020.

LIBÂNEO, José Carlos. Formação de Professores e Didática para Desenvolvimento Humano. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 40, n. 2, p. 629-650, jun. 2015.

LUSTOSA, Wigna Eriony Aparecida de Morais; SOUZA, Francisco das Chagas da Silva. As licenciaturas nos Institutos Federais: a formação de professores ofertados por Instituições de Educação Profissional. In: COLÓQUIO NACIONAL, 3, 2015, Rio Grande no Norte. Anais […]. Rio Grande do Norte: IFRN, 2015. Tema: Formação de professores para educação profissional.

OTRANTO, Célia Regina. Criação e Implantação dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia – IFET’s. Revista de Educação Técnica e Tecnológica em Ciências Agrícolas – RETTA, Rio de Janeiro, ano 1, n. 1, p. 89-110, jan./jul. 2010.

OBSERVATÓRIO do Plano Nacional de Educação. OPNE, 2015. Disponível em: https://www.observatoriodopne.org.br/. Acesso em: 6 fev. 2020.

SANTANA, Andréia Cunha Malheiros. A constituição do Estado Avaliativo e o aumento das avaliações externas: propagando um ensino desigual para todos. In: ROTHEN, José Carlos; SANTANA, Andréia Cunha Malheiros. Avaliação da educação: referências para uma primeira conversa. São Carlos: EdUFSCar, 2018.

SOUSA, José Vieira. Qualidade na educação superior: lugares e sentidos na relação público-privado. Cadernos Cedes, Campinas, v.29, n.78, p.242-256, maio/ago. 2009.

SOUSA, José Vieira; SOUSA, Beatriz Pereira Batista. Resultados do Enade na gestão acadêmica de cursos de licenciaturas: um caso em estudo. Estudo em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 23, n. 52, p. 232-253, maio/ago. 2012.

VERHINE, Robert. O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior após 14 anos: avanços e desafios. In: FRANCO, Sérgio Roberto Kleling; FRANCO, Maria Estela Dal Pai Franco.; LEITE, Denise Balarine Cavalheiro. Educação Superior e conhecimento no centenário da reforma de Córdoba: novos olhares em contexto emergentes. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2018.

Downloads

Publicado

2021-12-30

Edição

Seção

Artigos