Entrevista com Wolfgang Gruen sobre sua experiência com a primeira graduação de Ciência da Religião no Brasil

  • Matheus Oliva da Costa PUC-SP
Palavras-chave: História da Ciência, Ensino Religioso, Profissionalização

Resumo

Hoje é cada vez mais frequente no Brasil a ligação entre ensino religioso escolar e Ciência da Religião (em suas variadas nomenclaturas), seja em artigos acadêmicos, seja em textos mais popularizados. No entanto, pouco tem se registrado e refletido sobre como essa associação começou. Até poucas décadas, não existia essa relação, mesmo internacionalmente. Após a Segunda Guerra (1939-1945), especialmente desde a década de 1970, em países com crescente pluralidade cultural religiosa onde há tradição de debates seculares e de Ciência da Religião institucionalizada, têm sido pensadas novas formas de educação religiosa (religious education) mais adequadas à nova situação social secular e plural Veremos nessa entrevista que, paralelo a esse desenvolvimento, entre a década de 1960 e 1970 um autor começou a pensar uma nova visão e prática sobre o Ensino Religioso. Trata-se de Wolfgang Gruen, professor da primeira graduação em Ciência da Religião no Brasil, na ocasião, em modalidade bacharelado, durante a década de 1970 na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Biografia do Autor

Matheus Oliva da Costa, PUC-SP
Graduado em Ciências da Religião pela Universidade Estadual de Montes Claros - MG (Unimontes). 
Mestre e doutorando em Ciência da Religião pela PUC-SP, bolsista CAPES/FUNDASP.
Publicado
2019-04-25