Entrevista com Paulo Agostinho Nogueira Baptista sobre sua experiência como egresso da primeira graduação de Ciência da Religião no Brasil

  • Matheus Oliva da Costa PUC-SP
Palavras-chave: Profissionalização, Ciência da Religião Aplicada, História da Ciência no Brasil

Resumo

O ano de 1969 marca o início institucional da Ciência da Religião no Brasil, na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), o que criou as bases para o que se tornou o primeiro curso de graduação dessa área nesse país. Contudo, pouco se tem registrado deste marco histórico, e menos ainda se escreveu do ponto de vista dos discentes egressos de tal contexto. A presente entrevista, realizada por email, vem contemplar esse vazio. O entrevistado, Paulo Agostinho Nogueira Baptista, é um egresso da UFJF que cursou todas as disciplinas da primeira graduação em Ciência da Religião durante o final dos anos 1970, enquanto se formava em Filosofia, e narra um pouco sobre isso em nossas páginas. O entrevistado respondeu as perguntas na perspectiva de um egresso daquele curso. Mesmo não se formando oficialmente, com as disciplinas cursadas já citadas, o que aprendeu teve forte impacto em sua vida, e sua trajetória está intimamente ligada à Ciência da Religião, algo lembrado por outros importantes nomes dessa área no Brasil. Posteriormente, ele fez também graduação em Teologia pela PUC-Minas, bem como mestrado e doutorado em Ciência da Religião nessa área na UFJF. Desde 2012 é docente do mestrado em Ciências da Religião da PUC-Minas.

Biografia do Autor

Matheus Oliva da Costa, PUC-SP
Graduado em Ciências da Religião pela Universidade Estadual de Montes Claros - MG (Unimontes). 
Mestre e doutorando em Ciência da Religião pela PUC-SP, bolsista da CAPES/FUDASP.
Publicado
2019-04-25