DISCÍPULA NÃO MAIS: A CIÊNCIA E A NOVA MULHER EM LETTERS FROM YELLOWSTONE, DE DIANE SMITH

  • Rafaela Kelsen Dias
  • Nícea Helena de Almeida Nogueira

Resumo

Este estudo investiga as relações entre o conceito de Nova Mulher e o ideal de ciência presentes no romance Letters from Yellowstone (Cartas de Yellowstone), de Diane Smith. Destacando o caráter revisionista da obra, busca-se apresentar como as distintas perspectivas sociais do enredo influenciam a visão que a protagonista forma de si e da condição das mulheres no mundo científico.

Palavras-chave: Nova Mulher. Metaficção historiográfica. Gênero. Ciência.

Biografia do Autor

Rafaela Kelsen Dias

Doutora em Letras: Estudos Literários da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Mestre em Letras pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). Professora do Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) desde de 2018. Vice-líder do Grupo de Pesquisa em “Estratégias Didático-Pedagógicas voltadas ao Estudante-Trabalhador”, do IF Sudeste MG, e membro do grupo de pesquisa “Travessias e Feminismo(s): estudos identitários na autoria feminina", da UFJF.

Nícea Helena de Almeida Nogueira

Professora da Faculdade de Letras, da UFJF. Coordenadora do Programa de Pós-graduação em Letras: Estudos Literários da UFJF. Pós-doutora em Memória e Acervos pelo Programa de Pós-graduação da Fundação Casa de Rui Barbosa, Rio de Janeiro, RJ. Doutora e Mestre em Letras: Teoria da Literatura, pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), campus de São José do Rio Preto, SP. Líder do Grupo de Pesquisa “Travessias e Feminismo(s): estudos identitários de autoria feminina”.

Publicado
2020-12-22
Seção
Literaturas de Língua Inglesa