UNSEX-ME, OU UM GÊNERO LIMITADO DEMAIS PARA MIM

  • Maria Conceição Monteiro

Resumo

O gótico é uma poética em constante mutação que, através da imaginação, explora como temas os medos, as ansiedades, as prioridades de um tempo histórico, bem como as discriminações políticas, religiosas e de gênero. Nesse ensaio, no âmbito do tema da discriminação, trata-se da questão do gênero, objetivando repensar o corpo para além do sexo, tendo como suporte obras literárias que se ocupam com a relação entre o corpo feminino e suas transformações monstruosas e inumanas, reveladas através da violência, da crueldade, do mal, como indícios da intimidade indizível de um eu. Em função de tais problemas, analisam-se os romances The Monk (1796), de Matthew Lewis e Zofloya, or The Moor (1806), de Charlotte Dacre.

Palavras-chave: Poética gótica. Gênero. Monstro. Dessexualização. Violência.

Biografia do Autor

Maria Conceição Monteiro

Doutora em Literatura Comparada (Universidade Federal Fluminense-UFF/Nottingham University-Inglaterra) e Pós-Doutora em Literatura Inglesa pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP-São José do Rio Preto). Professora Titular de Literaturas de Língua Inglesa da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Publicações: Sombra errante (2000); Na aurora da modernidade (2004); Leituras contemporâneas (2009); Figurações das paixões nas literaturas de língua inglesa (2013); O corpo mecânico feminino (2016); Viagem ao fim do dia: poemas e contos (2017); Quando éramos todos vivos: e alguns poemas (2019). Bolsista UERJ/FAPERJ.

Publicado
2020-12-22
Seção
Literaturas de Língua Inglesa