O REFLEXO DA HISTÓRIA NA RECORDAÇÃO: RELAÇÕES ENTRE A HISTORICIDADE DE BUENOS AIRES DO SÉCULO XX E OS RELATOS DE MEMÓRIA DE NORAH LANGE

  • Nathalia Maynart Cadó Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Maria Eunice Moreira Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Resumo

O presente artigo busca relacionar aspectos presentes no livro Cadernos de infância de Norah Lange com o período histórico no qual foi escrito e que se encontra Buenos Aires no século XX. Será contextualizado que tal período foi muito importante para a nação argentina, pelo impulso modernizador da época, sociedade onde estava inserida Norah Lange e que, anos antes, presenciou e vivenciou quando criança. Percebe-se que, no livro, há fatores históricos implícitos, evidenciados e mostrados por meio deste trabalho.

Palavras-chave: Memória. História. Modernidade argentina. Infância. Norah Lange.

Referências

ASSMAN, A. Espaços de recordação: formas e transformações da memória cultural. Tradução Paulo Soethe. Campinas: Unicamp, 2011.

LANGE, N. Cadernos de infância: memórias. Tradução Joana Angélica D`Avila Melo. Rio de Janeiro: Record, 2009.

PIZZARRO, A. O sul e os trópicos: ensaios de cultura latino-americana. Tradução Irene Kallina e Liege Rinaldi. Niterói: UFF, 2006.

SARLO, B. Tempo passado: cultura da memória e guinada subjetiva. São Paulo: Companhia das Letras; Belo Horizonte: UFMG, 2007, p. 9-44.

SARLO, B. Modernidade periférica: Buenos Aires 1920 e 1930. Tradução Júlio Pimentel Pinto. São Paulo: Cosac Naify, 2010.

Biografia do Autor

Nathalia Maynart Cadó, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Professora de língua espanhola na instituição básica e pesquisadora pela CAPES. Licenciada em Letras Português e Espanhol pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e mestranda em Teoria da Literatura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. (PUCRS).

Maria Eunice Moreira, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Professora titular da Escola de Humanidades - Letras da PUCRS. Graduada em Letras e em Ciências Jurídicas e Sociais. Especialista em Teoria Literária na PUCRS. Mestre em Linguística e Letras (Teoria Literária) pela PUCRS e Doutora em Linguística e Letras (Teoria Literária) pela PUCRS. Especialista em Língua e Literatura Espanhola pelo Instituto de Cooperación Iberoamericana. Pós-doutora pela Fundação Biblioteca Nacional de Lisboa com bolsa da CAPES. Membro do Centro de Literaturas de Expressão Portuguesa (CLEPUL) das Universidades de Lisboa.

Publicado
2019-12-06