Hacia una reauratización de la experiencia moderna en José Martí

  • Alejandra Mailhe
Palavras-chave: José Martí, subalteridade, modernidade urbana

Resumo

Este artigo centra-se em alguns poemas de Versos Libres de José Martí. Considerando as tensões que atravessam o discurso poético na apreensão da experiência da modernidade, põe em destaque a dimensão atípica do olhar projetado por Martí sobre os setores populares. Nesse sentido, Martí estabelece um contraste com a perspectiva etnocêntrica erigida pelo positivismo hegemônico no final do século XIX. Num nível mais amplo, o vínculo entre os pobres e o poeta é aqui concebido como resposta privilegiada de resistência ao “desencantamento do mundo” e à perda da “aura” no contexto da experiência chocante da modernidade urbana.

Biografia do Autor

Alejandra Mailhe
Profesora da Universidad Nacional de La Plata, Argentina
Publicado
2008-07-12
Seção
Artigos