Da saudade à ninguendade: portugais e brasis

  • Gilberto Felisberto Vasconcellos
Palavras-chave: colonização, periferia, ressentimento

Resumo

Este artigo aborda o cotejo entre a cultura portuguesa conforme o ensaísta Eduardo Lourenço, e a cultura brasileira segundo o antropólogo Darcy Ribeiro. O cotejo está centrado na idéia sobre a saudade e a idéia de ninguendade, tendo por vetor o processo de colonização iniciada no século XVI. Trata-se da discussão a cerca do papel específico de Portugal como colonizador e, ao mesmo tempo, satelizado pela Inglaterra, que exerceu hegemonia econômica e cultural na Europa e América Latina desde o século XVIII.

Biografia do Autor

Gilberto Felisberto Vasconcellos
Professor da Universidade Federal de Juiz de Fora.
Publicado
2008-07-12
Seção
Artigos