Estudo da aplicação de evidências científicas na prática clínica pelos profissionais médicos do

Autores

  • Oscarina da Silva Ezequiel Faculdade de Medicina da UFJF
  • Sandra Helena Cerrato Tibiriçá Faculdade de Medicina da UFJF
  • Áureo Augusto de Almeida Delgado Faculdade de Medicina da UFJF
  • Ana Luiza Bassoli Scoralick Faculdade de Medicina da UFJF
  • Juliana Delgado Campos Faculdade de Medicina da UFJF

Palavras-chave:

Médicos. Medicina Baseada em Evidências. Prática Profissional.

Resumo


A Medicina Baseada em Evidências (MBE) visa a melhoria da qualidade da abordagem do paciente, através da integração da melhor vidência científica disponível, da experiência clínica do médico e das particularidades de cada paciente. A prática da MBE permite ao médico uma atualização adequada sobre os temas relativos à sua área de atuação, pois proporciona a possibilidade de filtrar e selecionar as informações científicas, para, então, avaliá-las, julgá-las e utilizá-las em sua realidade profissional. Avaliou-se o conhecimento e a utilização da MBE, pelos médicos do município de Juiz de Fora – MG, na sua prática diária. Foi realizado estudo observacional transversal com análise de 102 questionários estruturados, respondidos pelos próprios médicos, de uma amostra aleatória simples. Dentre os entrevistados, 87 (85,2%) exercem alguma especialidade, 12 (11,7%) são generalistas, 35 (34,5%) são docentes e 52 (51,0%) atuam em hospital com residência médica. Falta de tempo foi apontada por 82 (80,4%) médicos como a maior dificuldade para a atualização profissional. O tipo de trabalho científico mais lido (27 – 26,9%) foi o artigo de caso clínico. O fator destacado como de maior peso na tomada de decisão foi a experiência pessoal (55 – 61,8%) e diferença  estatisticamente significativa foi encontrada entre as respostas dadas em relação a esse fator, quando o médico era docente e/ou atuava como preceptor em hospital com residência médica. A MBE ainda não se encontra sistematicamente presente na prática profissional de significativa parcela de médicos do município e necessita receber uma maior valorização por parte destes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Oscarina da Silva Ezequiel, Faculdade de Medicina da UFJF

Professora da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora – MG. Doutora em Ciências pelo IOC/FIOCRUZ

Sandra Helena Cerrato Tibiriçá, Faculdade de Medicina da UFJF

Professora da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora – MG. Doutora em Saúde Brasileira  pela UFJF.

Áureo Augusto de Almeida Delgado, Faculdade de Medicina da UFJF

Discente da Faculdade de Medicina da UFJF.

Ana Luiza Bassoli Scoralick, Faculdade de Medicina da UFJF

Discente da Faculdade de Medicina da UFJF.

Juliana Delgado Campos, Faculdade de Medicina da UFJF

Discente da Faculdade de Medicina da UFJF.

Downloads

Publicado

2009-08-20

Como Citar

1.
Ezequiel O da S, Tibiriçá SHC, Delgado Áureo A de A, Scoralick ALB, Campos JD. Estudo da aplicação de evidências científicas na prática clínica pelos profissionais médicos do. HU Rev [Internet]. 20º de agosto de 2009 [citado 17º de abril de 2024];35(1). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/541

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)