Adenomastectomia bilateral com reconstrução imediata para tratamento de lesão benigna da mama

Autores

  • Lívia Maria Toledo Hospital Mater Dei -Belo Horizonte - MG
  • Regis Leite L'Abbate Hospital Felício Rocho
  • Hugo Silva Neves Universidade Federal de Juiz de Fora

Palavras-chave:

Fibroadenoma. Mastectomia. Reconstrução.

Resumo

Os fibroadenomas são atualmente considerados uma forma localizada de hiperplasia nodular do tecido do estroma e do componente glandular das mamas. Sua maior incidência é em pacientes jovens entre 20 e 30 anos. Geralmente, são lesões únicas, porém, em 10 a 15%, apresentam-se como lesões múltiplas, podendo ser bilaterais em 10% dos casos. A frequência de transformação maligna é muito baixa (0,1 a 0,3 % dos casos), ocorrendo em média 15 a 20 anos após a média de idade de ocorrência do fibroadenoma. Os autores relatam caso de paciente de 29 anos, solteira, técnica de enfermagem, natural de Belo Horizonte (MG) que procurou o consultório médico queixando-se de extremo desconforto e nodularidade em ambas as mamas. Ao exame apresentava incontáveis nódulos bilaterais, volumosos, móveis, de consistência fibroelástica e não aderidos a planos profundos, ocupando praticamente todo o volume de ambas as mamas. No entanto, apresentava ausência de linfonodos regionais palpáveis (ultrassonografia 1). Ao exame, constatou-se: Múltiplos nódulos bilaterais, limites precisos, dimensões variadas, sendo o maior medindo 8,0 cm no QSL mama E. Paciente submetida a tratamento cirúrgico com reconstrução.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lívia Maria Toledo, Hospital Mater Dei -Belo Horizonte - MG

Especialista em Mastologia pelo Hospital Mater Dei - Belo Horizonte- MG (2007-2008) . Possui residência em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora (2005-2006). Graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina de Valença (2004).

Regis Leite L'Abbate, Hospital Felício Rocho

Presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia - Regional Minas Gerais
Mastologista do Hospital Felício Rocho - Belo Horizonte - MG

Hugo Silva Neves, Universidade Federal de Juiz de Fora

Acadêmico do 11° período de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora

Downloads

Publicado

2009-11-12

Como Citar

1.
Toledo LM, L’Abbate RL, Neves HS. Adenomastectomia bilateral com reconstrução imediata para tratamento de lesão benigna da mama. HU Rev [Internet]. 12º de novembro de 2009 [citado 21º de fevereiro de 2024];35(2). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/458

Edição

Seção

Relato de Caso

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 3 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.