Perfil Epidemiológico das Pacientes Atendidas no Serviço de Patologia Cervical do Hospital Universitário da UFJF

Autores

  • Adriana de Souza Sérgio Ferreira HU/CAS/UFJF
  • João Carlos Arantes Júnior HU/CAS/UFJF
  • Alfredo Chaoubah UFJF
  • Cibelle Ferreira Louzada UFJF
  • Andrea Giroto Amorim UFJF
  • Yara Abrão Vasconcelos UFJF

Palavras-chave:

Epidemiologia, Câncer de Colo do Útero, Exame Colpocitológico

Resumo

No Brasil, o câncer de colo uterino constitui a terceira neoplasia maligna mais comum entre mulheres, sendo o diagnóstico precoce essencial ao sucesso do tratamento. A prevenção secundária dessa neoplasia concentra-se no rastreamento de mulheres sexualmente ativas. Com objetivo de estabelecer o perfil das mulheres vulneráveis ao desenvolvimento de lesões precursoras e carcinoma invasivo de colo uterino encaminhadas ao Serviço de Ginecologia do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora – MG, entre janeiro/2008 e janeiro/2010, foi realizado estudo retrospectivo. Foram coletados dados demográficos, antecedentes ginecológicos e fatores de risco para o câncer cervical dos prontuários dessas pacientes. Utilizou-se o SPSS para codificação dos dados. Das 641 mulheres entre 15 e 80 anos incluídas no estudo, houve predomínio de pacientes entre 20 e 29 anos com 76,5% delas apresentando lesão à citologia. A frequência de lesões foi considerável entre 15 e 19 anos (91,2%). Confirmou-se alteração cervical em 77,8% das mulheres, com predomínio entre negras (81,8%), não casadas (79,3%) e não donas-de-casa (79,8%). A presença de lesões foi associada à coitarca precoce (p = 0,021) e múltiplos parceiros (85,2%). Em relação à data do último preventivo, a frequência de lesões para cada grupo analisado foi semelhante. História prévia de DST, tabagismo e uso de contraceptivo oral não foram significativamente associados à presença de alterações cervicais. A elevada freqüência de lesões revela a necessidade de programas de atenção específicos para adolescentes, a fim de se evitar o aumento progressivo de casos de câncer de colo uterino, com grande impacto médico-social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana de Souza Sérgio Ferreira, HU/CAS/UFJF

Chefe do Serviço de Oncologia do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora, Presidente da Comissão de Óbitos do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora,  Mestre em Saude Coletiva pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

João Carlos Arantes Júnior, HU/CAS/UFJF

Mestre em Ginecologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, doutor em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia pela Faculdade de Medicina de Botucatu-UNESP, médico e supervisor da Residência Médica de Ginecologia e Obstetrícia da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Alfredo Chaoubah, UFJF

Mestre e doutor em Engenharia Elétrica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, professor do Departamento de Estatística da Universidade Federal de Juiz de Fora. 

Cibelle Ferreira Louzada, UFJF

Acadêmica do Curso de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora - MG

Andrea Giroto Amorim, UFJF

Acadêmica do Curso de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora - MG

Yara Abrão Vasconcelos, UFJF

Acadêmica do Curso de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora - MG

Downloads

Publicado

2012-08-30

Como Citar

1.
Ferreira A de SS, Júnior JCA, Chaoubah A, Louzada CF, Amorim AG, Vasconcelos YA. Perfil Epidemiológico das Pacientes Atendidas no Serviço de Patologia Cervical do Hospital Universitário da UFJF. hu rev [Internet]. 30º de agosto de 2012 [citado 8º de agosto de 2022];37(4). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/1476

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)