DESCONSTRUINDO O FUTEBOL E A EROTIZAÇÃO DA DANÇA: UMA EXPERIÊNCIA NA EDUCAÇÃO FÍSICA DA ESCOLA DO CAMPO NO MATA CAVALO

  • Jorge Eto Centro Universitário de Várzea Grande/UNIVAG
  • Marcos Garcia Neira Universidade de São Paulo - USP
Palavras-chave: Educação do Campo. Currículo. Educação Física

Resumo

A pesquisa com a Educação Física da escola do campo matacavalense teve como objetivo reposicionar as representações dos alunos. Para tanto, recorreu-se à pesquisa-ação participante, na qual o pesquisador em conjunto com os sujeitos interferiu na realidade com o intento de desestabilizar o currículo esportivo com viés monocultural que caracterizava a Educação Física naquela instituição. Na seleção do campo de pesquisa optou-se pela escola da comunidade do Mata Cavalo, localizada próximo ao município de Nossa Senhora do Livramento -MT. Participaram do estudo os estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio e os professores responsáveis pelos componentes da investigação. O instrumento de coleta de dados escolhido foi a observação das atividades pedagógicas realizadas, as quais versaram sobre duas práticas corporais presentes na região. As intervenções foram realizadas entre abril e outubro de 2011. O material coletado – transcrições das atividades desenvolvidas e registros das falas dos alunos – foi submetido à análise critica. No cotidiano da pesquisa foram tematizadas a erotização de uma dança regional, o Lambadão e a colonização sofrida pelos clubes de futebol do Estado. Percebeu-se a existência de ressignificações referentes à erotização da dança e a colonização do futebol mato-grossense 

Publicado
2017-04-13
Seção
Artigos