Vargas e o Escotismo: história, decretos e documentos (1930 - 1945)

Autores

  • Mariza da Gama Leite de Oliveira Doutora e Mestre em Educação (UFRJ). Licenciada em Pedagogia e História (UFRJ/UNIRIO). Supervisora Educacional da FAETEC. Tutora em EaD da graduação em Pedagogia da UNIRIO (CEDERJ/UAB). Integrante do grupo de pesquisa PROEDES (FE/UFRJ). http://orcid.org/0000-0002-1177-5544

DOI:

https://doi.org/10.22195/2447-524620202519845

Palavras-chave:

Escotismo, Hilgard Sternberg, Getúlio Vargas.

Resumo

Este artigo tem o objetivo de revisitar a história da introdução do Escotismo no Brasil e compreender como este movimento de educação extraescolar tornou-se disciplina obrigatória nos currículos da Instrução Pública durante o Estado Novo. Intenta também agregar ao estudo bibliográfico já existente, duas fontes documentais localizadas no acervo do CPDOC/RJ: a Ata da fundação da Associação Brasileira de Escotismo (1914) e a monografia de Hilgard Sternberg (1939). Esperamos que tais documentos possam acrescentar conhecimentos novos e novas hipóteses ao estudo deste movimento, estratégico ao nacionalismo republicano de Vargas.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariza da Gama Leite de Oliveira, Doutora e Mestre em Educação (UFRJ). Licenciada em Pedagogia e História (UFRJ/UNIRIO). Supervisora Educacional da FAETEC. Tutora em EaD da graduação em Pedagogia da UNIRIO (CEDERJ/UAB). Integrante do grupo de pesquisa PROEDES (FE/UFRJ).

Doutora e Mestre em Educação pela UFRJ; especialista em Psicopedagogia (UFRJ), Gestão de Pessoas (FunCefet) e Gestão Pública Municipal (UFF); Licenciada em Pedagogia (UFRJ) e História (UNIRIO). Tem capacitação em Orientação Profissional, Tutoria em Educação a Distância e Educação de Jovens e Adultos. Possui experiência profissional como docente na educação básica e no ensino superior; e como coordenadora pedagógica atuou no ensino fundamental, médio e técnico; e atualmente é tutora a distância no curso de Pedagogia da UNIRIO - disciplina História na Educação e integra o grupo de pesquisa PROEDES (FE/UFRJ). Seus temas de interesse de estudo e produções são: Instituições Educacionais, Educação Profissional no Brasil, Instrução Pública Primária no Rio de Janeiro, Políticas Públicas para a Educação, História da/na Educação, Profissão Docente, Tecnologias da Informação e Comunicação e Arquivos Escolares.

Downloads

Publicado

2021-07-06

Edição

Seção

Artigos