SAÚDE DO PRÉ-ESCOLAR: UMA EXPERIÊNCIA DE EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL COMO MÉTODO DE INTERVENÇÃO

Autores

  • Raquel Helena Mota da Silva Departamento de Nutrição, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Juiz de Fora.
  • Felipe Silva Neves Departamento de Nutrição, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Juiz de Fora.
  • Michele Pereira Netto Departamento de Nutrição, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Juiz de Fora.

Palavras-chave:

Criança, Alimentação Escolar, Educação Alimentar e Nutricional.

Resumo

Buscar um melhor estado nutricional com menor risco para o desenvolvimento de doenças crônicas ao longo da vida tornou-se o novo desafio. Observa-se que creches e escolas figuram-se como ambientes favoráveis para o desenvolvimento de estratégias pedagógicas em torno da alimentação, pois, além de atenderem aos alunos, podem envolver a família e a comunidade. Logo, o presente trabalho teve como objetivo relatar a experiência com a aplicação de métodos lúdico-pedagógicos em Educação Alimentar e Nutricional (EAN) para pré-escolares. Trata-se de um relato acerca de experiências educativas realizadas entre setembro de 2011 e junho de 2013 com direcionamento para crianças de 2 a 5 anos de idade, matriculadas em uma organização social pública não-estatal do município de Juiz de Fora (MG). Mensalmente eram realizados 4 encontros com cada uma das turmas contempladas pelo projeto. Nas atividades eram transmitidas informações dinâmicas e lúdicas sobre a importância do consumo de alimentos saudáveis. Em todos os encontros os alunos manifestaram grande interesse em expressar suas vontades, hábitos, experiências e preferências alimentares, interagindo espontaneamente por meio das exposições de suas vivências e de questionamentos frequentes. As atividades possibilitaram a construção de saberes a respeito das escolhas alimentares e subsidiaram experiências de aprendizado que podem ser duradouras. É fundamental associar medidas de incentivo, estratégias de transmissão de informações e práticas de EAN, buscando concretizar a promoção de hábitos saudáveis e contribuir para a prevenção de prejuízos para a saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raquel Helena Mota da Silva, Departamento de Nutrição, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Juiz de Fora.

Graduada em Nutrição pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

Felipe Silva Neves, Departamento de Nutrição, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Juiz de Fora.

Graduado em Nutrição pela Universidade Federal de Juiz de Fora, Especialista em Saúde Pública pelo Centro Universitário Internacional, Especialista em Informática em Saúde pela Universidade Federal de São Paulo, Mestrando em Saúde pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

Michele Pereira Netto, Departamento de Nutrição, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Juiz de Fora.

Graduada em Nutrição pela Universidade Federal de Viçosa, Mestre em Ciência da Nutrição pela Universidade Federal de Viçosa, Doutora em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Minas Gerais, professora adjunta do Departamento de Nutrição da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Downloads

Publicado

2017-01-18

Como Citar

da Silva, R. H. M., Neves, F. S., & Netto, M. P. (2017). SAÚDE DO PRÉ-ESCOLAR: UMA EXPERIÊNCIA DE EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL COMO MÉTODO DE INTERVENÇÃO. Revista De APS, 19(2). Recuperado de https://periodicos.ufjf.br/index.php/aps/article/view/15678

Edição

Seção

Relatos de Experiência

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>