Representações docentes no contexto da Educação Profissional e Tecnológica

as narrativas de professoras não licenciadas de um Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Autores

  • Ana Paula Alves Instituto Federal Farroupilha, Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), Jaguari, Rio Grande do Sul, Brasil https://orcid.org/0000-0002-7798-3872
  • Vantoir Roberto Brancher Instituto Federal Farroupilha, Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), Jaguari, Rio Grande do Sul, Brasil https://orcid.org/0000-0003-2829-7320

DOI:

https://doi.org/10.34019/2237-9444.2021.v11.31685

Palavras-chave:

Representações docentes, Professoras não licenciadas, Narrativas

Resumo

A Educação Profissional e Tecnológica (EPT) mobiliza um expressivo número de professores, caracterizados pelo saber técnico e científico, são eles: bacharéis e tecnólogos. Este estudo buscou compreender as representações docentes de professoras não licenciadas através de suas narrativas de formação. Foi desenvolvida uma pesquisa qualitativa com a aplicação de entrevistas semiestruturadas, com sete professoras bacharéis e tecnólogas. Constatamos que as representações docentes permeiam a busca pelo conhecimento pedagógico, a experiência e a docência como espaço de conquista das mulheres.

Biografia do Autor

Ana Paula Alves, Instituto Federal Farroupilha, Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), Jaguari, Rio Grande do Sul, Brasil

Graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Piauí (2011). Graduação em Letras/Português pela Universidade Estadual do Piauí (2012). Mestranda do curso de Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (Instituto Federal Farroupilha, Campus Jaguari).

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8336560846895140.

Vantoir Roberto Brancher, Instituto Federal Farroupilha, Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), Jaguari, Rio Grande do Sul, Brasil

Graduação em Pedagogia (1999), Especialização em Educação Especial, AH/SD (2008), Mestrado em Educação (2006) e Doutorado em Educação (2013) pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Professor efetivo do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Farroupilha e do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT). Coordena o Grupo de Estudos e Pesquisas em Formação Inicial e Continuada de Professores (MAGMA).

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3260077562370842.

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Tradução: Luís Antero Reta e Augusto Pinheiro. Lisboa: Edições 70, 1977.

BOSI, Ecléa. O tempo vivo da memória: ensaios de Psicologia Social. São Paulo: Ateliê Editorial, 2003.

COLLING, Ana Maria. Inquietações sobre educação e gênero. Revista Trilhas da História, Três Lagoas, v. 4, n. 8, p. 33-48, jan./jun. 2015. Disponível em: https://periodicos.ufms.br/index.php/RevTH/article/view/687. Acesso em: 01 jun. 2020.

FONTANA, Roseli A. Cação. Como nos tornamos professoras?. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução: Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro. 11. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

HUBERMAN, Michael. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, Antonio. (Org.). Vidas de professores. 2. ed. Porto: Porto, 2000. p. 31-61.

ISAIA, Silvia Maria de Aguiar; BOLZAN, Doris Pires de Vargas. Trajetórias da docência: articulando estudos sobre os processos formativos e a aprendizagem de ser professor. In: ISAIA, Silvia Maria de Aguiar; BOLZAN, Doris Pires de Vargas (Orgs.). Pedagogia universitária e desenvolvimento profissional docente. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2009. p. 121-143.

JOSSO, Marie-Christine. Experiência de vida e formação. Tradução: José Cláudino e Júlia Ferreira. São Paulo: Cortez, 2004.

LOURO, Guacira Lopes. Mulheres na sala de aula. In: DEL PRIORE, Mary. (Org.). História das mulheres no Brasil. 5. ed. São Paulo: Contexto, 2001.

MOURA, Dante Henrique. A formação de docentes para a educação profissional e tecnológica. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, Natal, v. 1, n. 1, p. 23-38, 2008. Disponível em: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/2863/1004. Acesso em: 20 jun. 2020.

NÓVOA, Antônio. Professores: imagens do futuro presente. Lisboa: Universidade de Lisboa, 2009.

OLIVEIRA, Valeska Fortes de. A formação de professores revisita os repertórios guardados na memória. In: OLIVEIRA, Valeska Fortes de (Org.). Imagens de professor: significações do trabalho docente. 2. ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 2004. p. 11-23.

OLIVEIRA, Rosilene Souza de; SALES, Márcea Andrade. O. Professor leigo: releituras sobre os saberes profissionais na Educação Profissional e Tecnológica. In: COLÓQUIO DOCÊNCIA E DIVERSIDADE NA EDUCAÇÃO BÁSICA: POLÍTICAS PRÁTICAS E FORMAÇÃO, 2., 2015, Salvador. Anais [...]. Salvador: PPGEduC/UNEB, 2015. p. 187-200. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/0ByNLmv5aZLadQ2hvSnJtYm1fbms/view. Acesso em: 1 jun. 2020.

PEREIRA, Lusia Ribeiro. O fazer feminino do magistério: tateando um objeto de pesquisa. Projeto História, São Paulo, v. 11, p. 115-127, nov. 1994. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/revph/article/view/11426/8324. Acesso em: 8 abr. 2020.

PORTO, Eliane Quincozes. Trajetos formativos e significações imaginárias: narrativas do professor da EBTT. 2018. 101f. Dissertação (Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica) - Colégio Técnico de Santa Maria, Universidade de Santa Maria, Santa Maria, 2018. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/handle/1/14904. Acesso em: 3 jun. 2020.

PORTO, Eliane Quincozes; BRANCHER, Vantoir Roberto. Mulheres e docência na EBTT: espaço para homens? Momento: Diálogos em Educação, Rio Grande, v. 27, n. 3, p. 192-211, set./dez. 2018. Disponível em: https://periodicos.furg.br/momento/article/view/8308. Acesso em: 2 jun. 2020.

SANTOS, Juliani Natália dos; BRANCHER, Vantoir Roberto. Desassossegos: os trajetos formativos que tecem as concepções da formação de professores na EBPTT. Educação e Linguagem, São Paulo, ano 6, n. 2, p. 44-57, maio/ago. 2019. Disponível em: https://www.fvj.br/revista/wp-content/uploads/2019/09/4_REdLi_2019.2.pdf. Acesso em: 6 jun. 2020.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

VINUTO, Juliana. A amostragem em bola de neve na pesquisa qualitativa: um debate em aberto. Temáticas, Campinas, v. 22, n. 44, p. 203-220, ago./dez. 2014. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tematicas/article/view/10977. Acesso em: 15 jan. 2020.

Downloads

Publicado

2021-03-26

Como Citar

Alves, A. P., & Brancher, V. R. (2021). Representações docentes no contexto da Educação Profissional e Tecnológica: as narrativas de professoras não licenciadas de um Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. Pesquisa E Debate Em Educação, 11(1), 1–20, e31685. https://doi.org/10.34019/2237-9444.2021.v11.31685

Edição

Seção

Pesquisa aplicada