O ensino de ciências por investigação

uma proposta de sequência didática para auxiliar no desenvolvimento de conteúdos de química para alunos do sexto ano

Autores

  • Vívian Helene Diniz Araújo Universidade Federal de Viçosa, Campus Florestal, Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas, Florestal, Minas Gerais, Brasil
  • Juliana Cristina Tristão Universidade Federal de Viçosa, Campus Florestal, Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas, Florestal, Minas Gerais, Brasil
  • Leandro Jose dos Santos Universidade Federal de Viçosa, Campus Florestal, Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas, Florestal, Minas Gerais, Brasil https://orcid.org/0000-0002-9010-9872

DOI:

https://doi.org/10.34019/2237-9444.2021.v11.31604

Palavras-chave:

Ensino fundamental, Química, Ciências naturais, Sequência didática

Resumo

Neste trabalho foi utilizado uma sequência didática investigativa para contribuir na significação de conteúdos e na reflexão das dificuldades de inserção de conceitos de Química no ensino de Ciências. A sequência foi aplicada em turmas do 6o ano do Ensino Fundamental, abordando o tema “Água". A análise qualitativa, de natureza interpretativa, foi utilizada para abordagem metodológica. Serão apresentadas as observações, o planejamento e os resultados da aplicação da sequência. As atividades realizadas contribuíram para uma maior compreensão e significação dos conceitos trabalhados.

Biografia do Autor

Vívian Helene Diniz Araújo, Universidade Federal de Viçosa, Campus Florestal, Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas, Florestal, Minas Gerais, Brasil

Graduada em Licenciatura em Química (UFV-Florestal). Especialista em Educação em Ciências (UFMG). Mestra em Química com ênfase em síntese orgânica (UFV-Viçosa). Doutoranda em Química (UFV-Florestal). Professora designada do estado de MG.

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8374396442050924.

Juliana Cristina Tristão, Universidade Federal de Viçosa, Campus Florestal, Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas, Florestal, Minas Gerais, Brasil

Graduada em Química (UFMG). Mestra e Doutora em Química Inorgânica (UFMG). Professora Associada II do Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas (UFV-Florestal). Já participou na coordenação e colaboração do PIBID-Química da UFV-Florestal desenvolvendo vários trabalhos aplicados no ensino de Química. Em 2014 publicou o livro “A Essência de J: uma história de transformação e química” da Editora Átomo, destinado a estudantes do ensino médio.

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6691013327359506.

Leandro Jose dos Santos, Universidade Federal de Viçosa, Campus Florestal, Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas, Florestal, Minas Gerais, Brasil

Graduado em Química, Bacharelado e Licenciatura (UFJF). Mestre e Doutor em Química Orgânica (UFMG). Pós-Doutor em Química Orgânica (UGA-Grenoble). Professor Associado III do Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas (UFV-Florestal). Participou do PIBID-Química da UFV-Florestal como coordenador e colaborador, participa do programa institucional Ciências na Escola, colabora com o PET UFV-Florestal e participa de trabalhos relacionados com a formação de licenciandos e ensino de Química.

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3204382316749930.

Referências

AGUIAR, Orlando Gomes de; MORTIMER, Eduardo Fleury. Tomada de consciência de conflitos: análise da atividade discursiva de uma aula de ciências. Investigações em Ensino de Ciências, Porto Alegre, v. 10, n. 2, p. 01-23, ago. 2005. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/516/313. Acesso em: 5 ago. 2019.

AMARO, Ana; PÓVOA, Andreia; MACEDO, Lúcia. A arte de fazer questionários. 2005. Dissertação (Mestrado em Química para o Ensino) – Faculdade de Ciências, Universidade do Porto, Porto, Portugal, 2005. Disponível em: http://www.jcpaiva.net/getfile.php?cwd=ensino/cadeiras/metodol/20042005/894dc/f94c1&f=a9308.

ARAÚJO, Mariângela; SOUZA, Paula Henrique de. Conceitos, concepções alternativas e ensino de ciência: uma investigação baseada em estudos terminológicos. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 10., 2015, Águas de Lindóia. Anais do X Encontro Nacional de Pesquisa em Educação. Águas de Lindóia, 2015. p. 1-8. Disponível em: http://www.abrapecnet.org.br/enpec/x-enpec/anais2015/resumos/R0530-1.PDF.

BARROS, Carlos; PAULINO, Wilson. Ciências: o meio ambiente. São Paulo: Ática, 2012.

BELIAN, Mônica Freire; LIMA, Analice Almeida; FILHO, João Rufino de Freitas. Ensinando química para séries iniciais do ensino fundamental: o uso da experimentação e atividade lúdica como estratégias metodológicas. Experiências em Ensino de Ciências, Cuiabá, v. 12, n. 4, p. 70-89, ago. 2017. Disponível em: http://if.ufmt.br/eenci/artigos/Artigo_ID368/v12_n4_a2017.pdf.

BRITO, Liliane Oliveira de; FIREMAN, Elton Casado. Ensino de ciências por investigação: uma estratégia pedagógica para promoção da alfabetização científica nos primeiros anos do ensino fundamental. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 18, n. 1, p. 123-146, jan.-abr. 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1983-21172016000100123&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 05 nov. 2019.

BRITO, Liliane Oliveira de; FIREMAN, Elton Casado. Ensino de ciências por investigação: uma proposta didática “para além” de conteúdos conceituais. Experiências em Ensino de Ciências, Cuiabá, v. 13, n. 5, p. 462-479, dez. 2018. Disponível em: http://if.ufmt.br/eenci/artigos/Artigo_ID552/v13_n5_a2018.pdf. Acesso em: 05 nov. 2019.

BRITO, Solange Cardoso de. A importância de se trabalhar conteúdos de química no ensino fundamental. 2014. Monografia (Especialização em Ensino de Ciências) – Pólo de Araras, Universidade Tecnológica do Paraná, Medianeira, 2014. Disponível em: http://educapes.capes.gov.br/handle/capes/172012. Acesso em: 11 jan. 2021.

BROIETTI, Fabiele Cristiane Dias; BARRETO, Sonia Regina Giancoli. Formação inicial de professores de química: a utilização dos relatórios de observação de aulas como instrumento de pesquisa. Semina: Ciências Exatas e Tecnológicas, Londrina, v. 32, n. 2, p. 181-190, 2011. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0375.2011v32n2p181.

CAREGNATO, Rita Catalina Aquino; MUTTI, Regina. Pesquisa qualitativa: análise de discurso versus análise de conteúdo. Texto & Contexto Enfermagem, Santa Catarina, v. 15, n. 4, out.-dez. 2006. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072006000400017.

DOLZ, Joaquim; NOVERRAZ, Michèle; SCHNEUWLY, Bernard. Sequências didáticas para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento. In: DOLZ, Joaquim; NOVERRAZ, Michèle; SCHNEUWLY, Bernard (org.). Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado das Letras, 2004, p. 95-128.

ERDURAN, Sibel. Methodological foundations in the study of science classroom argumentation. In: JIMENEZ-ALEIXANDRE, María Pilar; ERDURAN, Sibel (orgs). Argumentation in science education: perspectives from classroom-based research. Dordrecht: Springer, 2007, p. 47-69.

FABRIS, Fátima Maria Orlando; JUSTINA, Lourdes Aparecida Della. Ensino de ciências por investigação: questionando é que se aprende! In: PARANÁ. Secretaria de Estado da educação. Superintendência de Educação. Os desafios da escola pública paranaense na perspectiva do professor PDE. Curitiba: SEED/PR, 2016, v. 1. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2016/2016_artigo_cien_unioeste_fatimamariaorlandofabris.pdf.

FERREIRA, Luiz Henrique; HARTWIG, Dácio Rodney; OLIVEIRA, Ricardo Castro de. Ensino experimental de química: uma abordagem investigativa contextualizada. Química Nova na Escola, São Paulo, v. 32, n. 2, p. 101-106, maio 2010. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc32_2/08-PE-5207.pdf.

LEITE, Joici Carvalho; RODRIGUES, Maria Aparecida; JUNIOR, Carlos Alberto de Oliveira. Ensino por investigação na visão de professores de ciências em um contexto de formação continuada. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v. 8, n. 2, p. 42-56, abr. 2015. Disponível em: https://periodicos.utfpr.edu.br/rbect/article/view/2958/1990. Acesso em: 16 mar. 2020.

LIMA, Maria Emília Caixeta de Castro; JUNIOR, Orlando Aguiar. Professores/as de ciências, a física e a química no ensino fundamental. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 2., 1999, Valinhos. Anais do II Encontro Nacional de Pesquisa em Educação. Valinhos, 1999. Disponível em: http://www.abrapecnet.org.br/enpec/ii-enpec/trabalhos/G38.pdf.

LUCCI, Marcos Antonio. A proposta de Vigotsky: a psicologia sócio-histórica. Profesorado. Revista de currículum y formación del profesorado, v. 10, n. 2, p. 1-11, 2006. Disponível em: http://www.ugr.es/local/recfpro/Rev102COL2port.pdf.

LUDKE, Menga; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de. Abordagens qualitativas de pesquisa: a pesquisa etnográfica e o estudo de caso. In: LUDKE, Menga; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de (org.). Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986. p. 11-24.

MAIA, Poliana Flávia; JUSTI, Rosária. Contribuições de atividades de modelagem para o desenvolvimento de habilidades de investigação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 7., 2009, Florianópolis. Anais do VII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Florianópolis, 2009. Disponível em: http://posgrad.fae.ufmg.br/posgrad/viienpec/pdfs/659.pdf.

MALDANER, Otavio Aloisio; SANDRI, Vanessa; NONENMACHER, Sandra Elisabet Bazana. Ciências naturais na educação fundamental: espaço um pouco esquecido na formação de professores. Acta Scientiae, v. 12, n. 1, p. 112-122, 2010. Disponível em: http://www.periodicos.ulbra.br/index.php/acta/article/view/11/6.

MILARÉ, Tathiane; MARCONDES, Eunice Ribeiro; REZENDE, Daisy de Brito. Discutindo a química do ensino fundamental através da análise de um caderno escolar de ciências do nono ano. Química Nova na Escola, v. 36, n. 3, p. 231-240, ago. 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5935/0104-8899.20140026.

MORAES, Viviane Rodrigues Alves de; TAZIRI, Jennifer. A motivação e o engajamento de alunos em uma atividade na abordagem do ensino de ciências por investigação. Investigações em Ensino de Ciências, v. 24, n. 2, p. 72-89, ago. 2019. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/1284. Acesso em: 05 nov. 2019.

MOREIRA, Marco Antonio. Al afinal, qué es aprendizaje significativo? Qurriculum: revista de teoría, investigación y práctica educativa, v. 25, p. 29-56, mar. 2012. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/96956/000900432.pdf?sequence=1.

MOREIRA, Valdicea; MONTEIRO, Dirce Charara. O uso de instrumentos de pesquisa sobre crenças: promovendo formação reflexiva. Trabalhos em Linguística Aplicada, v. 49, n. 1, p. 205-221, jan.-jun. 2010. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-18132010000100014.

MORI, Rafael Cava; CURVELO, Antonio Aprigio da Silva. Livros de ciências para as séries iniciais do ensino fundamental: educação em química e as influências do PNLD. Investigações em Ensino de Ciências, v. 18, n. 3, p. 545-561, dez. 2013. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/113/77.

MORTIMER, Eduardo Fleury. Mudança conceitual ou mudança de perfil conceitual? In: LOPES, Eliane Marta Teixeira; PEREIRA, Marcelo Ricardo (orgs.). Conhecimento e inclusão social: 40 anos de pesquisa em Educação. Belo Horizonte: UFMG, 2011. p. 165-191.

MORTIMER, Eduardo Fleury; SCOTT, Phil. Atividade discursiva nas salas de aula de ciências: uma ferramenta sociocultural para analisar e planejar o ensino. Investigações em Ensino de Ciências, v. 7, n. 3, p. 283-306, dez. 2002. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/562.

MORTIMER, Eduardo Fleury; MACHADO, Andréa Horta; ROMANELLI, Lilavate Izapovitz. A proposta curricular de Química do Estado de Minas Gerais: fundamentos e pressupostos. Química Nova, v. 23, n. 2, p. 273-283, mar.-abr. 1999. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-40422000000200022.

OLIVEIRA, André Luis de; OBARA, Ana Tiyomi. O ensino de ciências por investigação: vivências e práticas reflexivas de professores em formação inicial e continuada. Investigações em Ensino de Ciências, v. 23, n. 2, p. 65-87, ago. 2018. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/874/pdf. Acesso em: 16 mar. 2020.

PEREIRA, Alexsandro Pereira de. Distribuição conceitual no ensino de física quântica: uma aproximação sociocultural às teorias da mudança conceitual. 2012. Tese (Doutorado em Ensino de Física) – Instituto de Física, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/72101.

PEREIRA, Alexsandro Pereira de. Bases teóricas para um modelo de “distribuição conceitual” na educação em ciências. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 16, v. 3, p. 671-692, set.-dez. 2016. Disponível em: https://seer.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/2850/2799.

PIZARRO, Mariana Vaitiekunas; JUNIOR, Jair Lopes. Indicadores de alfabetização científica: uma revisão bibliográfica sobre as diferentes habilidades que podem ser promovidas no ensino de ciências nos anos iniciais. Investigações em Ensino de Ciências, v. 20, n. 1, p. 208-238, mar. 2015. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/66/42. Acesso em: 23 out. 2019.

QUADROS, Ana Luiza. Entendendo o ciclo da água (Coleção Temas de Estudo em Química). Contagem: Didática Editora do Brasil Ltda, 2016.

RIGOLON, Rafael Gustavo. Analogias quantitativas como estratégia didática na formação inicial de professores de Biologia e Física. 2016. Tese (Doutorado em Educação para a Ciência) – Faculdade de Ciências, Universidade Estadual Paulista, Bauru, 2016. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/142843/rigolon_rg_dr_bauru.pdf?sequence=3&isAllowed=y.

SASSERON, Lúcia Helena; SOUZA, Tadeu Nunes. O engajamento dos estudantes em aula de física: apresentação e discussão de uma ferramenta de análise. Investigações em Ensino de Ciências, v. 24, n. 1, p. 139-153, abr. 2019. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/1067. Acesso em: 16 mar. 2020.

SCHNEIDER, Eduarda Maria; MEGLHIORATTI, Fernanda Aparecida; OLIVEIRA, Juliana Moreira Prudente. Uma proposta de sequência didática interdisciplinar para o ensino fundamental. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 4., 2014, Cascavel. Anais do IV Simpósio Nacional de Educação. Cascavel, 2014. Disponível em: https://midas.unioeste.br/sgev/eventos/vsne/anais.

SILVA, Guilherme Balestiero da; TEODORO, Daniel Lino; QUEIROZ, Salete Linhares. Aprendizagem cooperativa no ensino de ciências: uma revisão da literatura. Investigações em Ensino de Ciências, v. 24, n. 3, p. 01-30, dez. 2019. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/1193/pdf. Acesso em: 30 out. 2019.

SOUZA, Karina Aparecida de Freitas Dias de; CARDOSO, Arnaldo Alves. Aspectos macro e microscópicos do conceito equilíbrio químico e de sua abordagem em sala de aula. Química Nova na Escola, n. 27, p. 51-56, fev. 2008. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc27/08-peq-3106.pdf.

VYGOTSKY, Lev Semenovitch. A Construção do pensamento e da linguagem. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009.

WARTHA, Edson José; REZENDE, Daisy de Brito. Os níveis de representação no ensino de química e as categorias da simiótica de peirce. Investigações em Ensino de Ciências, v. 16, n. 2, p. 275-290, ago. 2011. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/230/162.

ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

ZANON, Dulcimeire Ap Volante; FREITAS, Denise de. A aula de ciências nas séries iniciais do ensino fundamental: ações que favorecem a sua aprendizagem. Ciência e Cognição, v. 10, p. 93-103, mar. 2007. Disponível em: http://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/622.

ZANON, Lenir Basso; PALHARINI, Eliane Mai. A química no ensino fundamental de ciências. Química Nova na Escola, n. 2, p. 15-18, nov. 1995. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc02/relatos.pdf. Acesso em: 11 mar. 2020.

Downloads

Publicado

2021-03-21

Como Citar

Araújo, V. H. D., Tristão, J. C., & Santos, L. J. dos. (2021). O ensino de ciências por investigação: uma proposta de sequência didática para auxiliar no desenvolvimento de conteúdos de química para alunos do sexto ano. Pesquisa E Debate Em Educação, 11(1), 1–23, e31604. https://doi.org/10.34019/2237-9444.2021.v11.31604

Edição

Seção

Pesquisa aplicada