Dois cantos de mulheres ao toque do teponaztli dos Cantares mexicanos

Autores

Palavras-chave:

Cantares mexicanos, Cihuacuicatl, Náuatle clássico, Português, Tradução

Resumo

Tradução inédita do náuatle clássico para o português brasileiro de dois cihuacuicatl ou cantos de mulheres ao toque do teponaztli que integram os Cantares mexicanos, manuscrito novo-hispano conservado na Biblioteca Nacional do México. Os cantos estão dispostos nas folhas 42 verso-43 frente e 72 frente-73 verso, e em tradução intitulam-se “Canto de mulheres sobre a ressurreição de Nosso Senhor” e “Canto de mulheres Chalca”, respectivamente. O primeiro canto se trata de uma composição colonial, datada de 1536, e seu teor é sumamente católico. O segundo, sem datação, constitui uma criação pré-hispânica compilada na colônia (s. XVI), cujo conteúdo se refere a sucessos históricos de 1473 e 1479 expressados sob a forma de metáfora erótica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sara Lelis de Oliveira, Universidad Nacional Autónoma de México

Tradutora e professora de espanhol. Atualmente realiza estágio pós-doutoral na FES-Acatlán da Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM). Realizou estágio pós-doutoral de agosto a dezembro de 2021 no Programa de Pós-Graduação em Literatura da Universidade de Brasília com a pesquisa "Tradução de teponazcuicatl dos Cantares mexicanos: das letras aos sons". Doutora em Literatura (2021) pela Universidade de Brasília com a tese intitulada "Tradução dos Cantares mexicanos: arqueologia de cinco cantos Nahua". Realizou estágio doutoral no Programa de Pós-Graduação em Estudos Mesoamericanos da Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM), financiado pela CAPES, pesquisando a partir da tradução do manuscrito Cantares mexicanos do náhuatl clássico para o português. Mestre em Estudos da Tradução (2017) pela Universidade de Brasília com a dissertação intitulada "A tradução dos cuicatl e dos tlahtolli em MALINCHE: a experiência dos antigos mexicanos" e Bacharel em Letras - Tradução - Espanhol (2014) pela mesma universidade com o trabalho de conclusão de curso intitulado "A tarefa do tradutor em MALINCHE de Laura Esquivel: a desconstrução ideológica de um mito". Integrante dos grupos de pesquisa Walter Benjamin: tradução, linguagem e experiência, coordenado pela profa. Dra. Ana Helena Rossi, e Epistemologia do Romance (ER), coordenado pela profa. Dra. Ana Paula Caixeta. Na ER, coordena o eixo de pesquisa "Tradução e Epistemologia". Integrante do projeto "Paleografía y Traducción del Códice Florentino", pelo Instituto de Investigaciones Históricas e pela Facultad de Estudios Superiores de Acatlán, da Universidad Nacional Autónoma de México, sendo a autora da tradução do Livro Terceiro para o espanhol (2022). Editora-gerente do periódico caleidoscópio: literatura e tradução desde 2016. Professora substituta no Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução de 2015 a 2017, no curso de Letras - Tradução - Espanhol da Universidade de Brasília, ministrando disciplinas teóricas e práticas de tradução, bem como língua castelhana para tradução. Professora substituta no curso de Línguas Estrangeiras Aplicadas do Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução de março a julho de 2019, ministrando disciplinas de língua espanhola. Professora de espanhol no PPE - UnB Idiomas de 2018 a 2021. Professora visitante da Universidad Nacional Mayor de San Marcos (UNMSM) de novembro a dezembro de 2021, ministrando a disciplina "Interpretación de textos literarios". E-mail para contato acadêmico e profissional: saralelis@gmail.com

Referências

BIERHORST, John. Cantares mexicanos. Songs of the Aztecs. Stanford: Stanford University Press, 1985.

Cantares mexicanos [manuscrito]. In: MS 1628 bis. México: Biblioteca Nacional de México, 85 f.

Cantares mexicanos. Paleografía, traducción y notas de Miguel León-Portilla. México: UNAM, Coordinación de Humanidades, Instituto de Investigaciones Bibliográficas, Instituto de Investigaciones Filológicas, Instituto de Investigaciones Históricas, Fideicomiso Teixidor, 2011.

CHIMALPAHIN CUAUHTLEHUANITZIN, Domingo Francisco de San Antón Muñón. Séptima relación de las Différentes histoires originales. Introducción, paleografía, traducción, notas, índice temático y onomástico y apéndices de Josefina García Quintana. México: UNAM, Instituto de Investigaciones Históricas, 2003. Disponível em: https://historicas.unam.mx/publicaciones/publicadigital/libros/septima_relacion/405_04_05_1451-1500.pdf Acessado em: 28/02/2023.

DURÁN, Diego (fray) (1581). Historia de las Indias de Nueva España e Islas de la Tierra Firme. Tomo II. México: Cien de México, 1995.

GARIBAY, Ángel María (1940). Llave del Náhuatl. Ciudad de México: Porrúa, 10. ed., 2013.

LELIS, Sara; MÁYNEZ, Pilar. Libro Tercero del Códice florentino. Proyecto Paleografía y Traducción del Códice florentino, 2023, 189p.

SAHAGÚN, Bernardino (1577). Historia general de las cosas de la Nueva España, I. Introducción, paleografía, glosario y notas de Alfredo López Austin y Josefina García Quintana. México: Dirección General de publicaciones del Consejo Nacional para la Cultura y las Artes, 1989.

THOUVENOT, Marc. La normalización gráfica del Códice Florentino. In: Pilar Máynez e José Rubén Romero Galván (coords.). El universo de Sahagún, pasado y presente 2008. México: UNAM, 2011.

TURRENT, Lourdes. La conquista musical de México. México: Fondo de Cultura Económica, 1993.

Downloads

Publicado

2023-10-22

Como Citar

OLIVEIRA, S. L. de. Dois cantos de mulheres ao toque do teponaztli dos Cantares mexicanos. Rónai – Revista de Estudos Clássicos e Tradutórios, [S. l.], v. 11, n. 1, p. 82–102, 2023. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ronai/article/view/40446. Acesso em: 8 dez. 2023.

Edição

Seção

Traduções