A história de Egialeu (Efesíacas, V.1): tradução e comentário

The Aegialeus’ tale (The Ephesian tales, Vol. 1): a translation and comment

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34019/2318-3446.2018.v6.23248

Palavras-chave:

Xenofonte de Éfeso, Efesíacas, Ântia e Habrocomes, romance grego antigo

Resumo

“A história de Egialeu” é uma narrativa intercalada em Efesíacas ou Ântia e Habrocomes, romance de Xenofonte de Éfeso (II. d.C.). Considerado como um autor de poucos méritos literários, Xenofonte se destaca pela habilidade com que compõe essas narrativas secundárias em sua obra, que, paradigmáticas, se oferecem como exemplo para os protagonistas. O objetivo desse artigo é apresentar a tradução dessa passagem (Efesíacas, V.1), antecedida por uma breve exposição sobre autor e obra e sua discussão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriane da Silva Duarte, Universidade de São Paulo

Professora de Língua e Literatura Guega junto ao Departamento de Letras Clássicas e Vérnáculas da Universidade de São Paulo. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq.

Referências

Bowie, E. The chronology of the earlier Greek novels since B. E. Perry: revisions and precisions. Ancient Narrative, 2, pp. 47-63, 2002.
Brandão, J. L. A invenção do romance. Brasília: Editora da UNB, 2005.
Duarte, A. S. Dez textos para conhecer o Romance Antigo. In: Faria, J. R. (ed.) Guia bibliográfico da FFLCH. São Paulo: 2016. Publicação online acessível em http://fflch.usp.br/guiabibliografico
_____. A história de Hipótoo (Efesíacas, III.2): tradução e comentário. In Translatio, 14/1, 218-226, 2017.
Eurípides. Alceste, Heraclidas, Hipólito. Tradução de Clara L. Crepaldi. São Paulo: Martin Claret, 2018.
Gärtner, H. Xenophon von Ephesus. in Pauly, A. et al. Realencyclopädie der classichen Altertumwissenschaft, IX A 2: 2055-89, 1983.
Hägg, T. Die Ephesiaka des Xenophon Ephesios - Original oder Epitome? in Classica et Mediaevalia, 27, pp. 118-61, 1966.
Kytzler, B. Xenophon of Ephesus. In Schmeling, G. (ed.) The novel in the ancient world. Boston: Brill Academic Publishers, 2003, pp. 336-360.
Morgan, J. R. Xenophon of Ephesus. in De Jong, I.; Nunlist, R. Bowie, A. (ed.). Narrators, narratees, and narratives in ancient Greek literature. Leiden: Brill, 2004, pp. 489-92.
O'Sullivan, J. N. Xenophon, The Ephesian tales. in Cueva, P.; Byrne, S. (ed) A Companion to the Ancient Novel. Oxford: Wiley Blackwell, 2014, p. 43-61.
_______. Xenophon of Ephesus: his compositional technique and the birth of novel. Berlin: Walter de Gruyter, 1995.
Ruiz-Montero, C. Xenophon of Ephesus and Orality in the Roman Empire, Ancient Narrative, v. 3, 43-62, 2004.
Whitmarsh, T. Narrative and identity in the ancient Greek novel. Cambridge: Cambridge University Press, 2011.
Xenophon Ephesius. De Antia et Habrocome Ephesiacorum Libri V. Ed. J.N. O'Sullivan (Bibliotheca Teubneriana). Monachii et Lipsiae: K. G. Saur, 2005.
Xenophon of Ephesus. Antia and Habrocomes. in Longus; Xenophon of Ephesus. Daphnis and Chloe; Antia and Habrocomes. Edited and translated by J. Henderson. Cambridge-Mass: Cambridge University Press, 2009.

Downloads

Publicado

2018-08-15

Edição

Seção

Traduções