A INFÂNCIA NAS RELAÇÕES DE PODER: UM CAMPO DE PROBLEMATIZAÇÕES

  • Gabriela Silveira Meireles

Resumo

A infância enquanto um campo de saber é algo recente na literatura educacional. Foi construída na Modernidade, no mesmo contexto em que se produziu o modelo disciplinar presente ainda hoje nas escolas. Considerando que a infância tem sido alvo do exercício de práticas de governo e que ela se constrói permanentemente nas relações de poder, proponho-me a problematizar algumas destas construções e a analisar os diversos mecanismos pelos quais estas subjetividades se produzem no contexto escolar.
Publicado
2009-08-03
Edição
Seção
Artigos