A contextualização do "comum" nos pensamentos de comunidade de Roberto Esposito e Georges Bataille

Autores

  • Douglas Ferreira Barros Pontifícia Universidade Católica de Campinas
  • Henrique Jardim Spina PUC-Campinas

DOI:

https://doi.org/10.34019/2236-6296.2023.v26.41331

Resumo

O artigo tem como intuito apresentar o estatuto da comunidade a partir de uma análise de aspectos do pensamento de Georges Bataille e de Roberto Esposito. Primeiramente, para aproximar as noções de contágio e as construções de suas interdições no pensamento de Bataille da concepção de immunitas, em Esposito. Logo em seguida, religamos a nossa leitura ao lugar que Esposito reservou em sua pesquisa para Bataille, isto é, a arqueologia do pensamento acerca da comunidade e na possibilidade de repensar o espaço em comum. A metodologia aqui aplicada compreende a combinação do método de análise bibliográfica com a comparativa. Como conclusão, pretende-se demonstrar as reações teológico-políticas que unificam e reduzem a vida em comum a uma defesa da mera sobrevivência biológica humana. Também, partindo de uma desconstrução ontológica da identidade ocidental, propomos uma abertura aos pensamentos contemporâneos acerca da comunidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Douglas Ferreira Barros, Pontifícia Universidade Católica de Campinas

Douglas F. Barros (Faculty Member) é Professor de Filosofia Social e Política da Faculdade de Filosofia e do corpo permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião na PUC-Campinas (Campinas-Brasil). Doutor em Filosofia pela Universidade de São Paulo. Líder do Grupo de Pesquisa Ética, politica e religião: questões de fundamentação. Número ORCid: 0000-0002-7030-1031. E-mail: douglasfbarros@gmail.com; dfbarros@puc-campinas.edu.br

Henrique Jardim Spina, PUC-Campinas

Mestrando em Ciências da Religião na PUC-Campinas e membro do Grupo de Pesquisa Ética, Política e Religião: questões de fundamentação <henriquejspina@gmail.com>.

Referências

DARDOT, P. e Laval, Ch., Comum: Ensaio sobre a revolução no século XXI. São Paulo: Boitempo, 2017.

ESPOSTO, Roberto. Communitas: Origem e destino da comunidade. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2022.

ESPOSTO. Immunitas: the protection and negation of life. Cambridge: Polity Press, 2011. Trad: Timothy Campbell.

ESPOSTO. Community and Nihilism. Cosmos and History: The Journal of Natural and Social Philosophy, V. 5, n. 1, p. 24–36. 2009. Dispon[ivel em: https://cosmosandhistory.org/index.php/journal/article/view/124.

BATAILLE, Georges. Teoria da Religião. Trad. Fernando Scheibe. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2016.

BATAILLE. O Erotismo. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2017a.

BATAILLE. A parte maldita: Precedida de ‘A noção de dispêndio’. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013.

BATAILLE. Sobre Nietzsche: vontade de chance. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2017b.

BATAILLE. On Nietzsche. New York: Paragon House, 1998. Trans. Bruce Boone.

JUNGES, Jose Roque. A desubstancialização da comunidade nos pressupostos ontológicos de Nancy, Blanchot e Agamben. Revista Redbioética/Unesco, Uruguay, v. 2, n. 20, p. 34-43, jul./dic. 2019.

MAUSS, Marcel. Ensaio sobre a dádiva: forma e razão da troca nas sociedades arcaicas. Tradução de Paulo Neves In: Sociologia e antropologia. São Paulo: Cosac Naify, p. 183-294. 2003.

RICCI CERNADAS, G. Georges Bataille: la pérdida, el fascismo y la propuesta comunitaria. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista de Filosofia, [S. l.], v. 46, n. 2, p. 97–122, 2023. DOI: 10.1590/0101-3173.2023.v46n2.p97. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/transformacao/article/view/13490. Acesso em: 26 maio. 2023.

STIMILLI, Elettra. Debt and Guilt: a political philosophy. Londres: Bloomsbury Publishing, 2019.

Downloads

Publicado

2023-12-05

Como Citar

FERREIRA BARROS, D.; JARDIM SPINA, H. A contextualização do &quot;comum&quot; nos pensamentos de comunidade de Roberto Esposito e Georges Bataille. Numen, [S. l.], v. 26, n. 2, 2023. DOI: 10.34019/2236-6296.2023.v26.41331. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/numen/article/view/41331. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Seção Temática: Religião e Ética