A nova condição religiosa do rap:

os modos mítico-poéticos e a Teologia da reexistência

Autores

  • Bruno Carvalho Rocha Universidade Metodista de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.34019/2236-6296.2023.v26.39173

Resumo

Constituído de letra e canção, o rap é um gênero musical afro-diaspórico que mobiliza e engaja diversos sujeitos por meio da cultura periférica. A “nova condição do rap” enquanto uma categoria de análise que nos ajuda a compreender novas características deste gênero musical, nos possibilitou refletir sobre uma possível “nova condição religiosa” do rap. Dessa forma, este artigo tem como objetivo 1) compreender os “modos mítico-poéticos” do rap brasileiro – a forma como o rap nacional aborda a religião em suas letras e canções; 2) e a “religião” ou a “Teologia da reexistância” como uma característica imprescindível da “nova condição do rap”, ainda não contemplada pela categoria de análise em questão, criada pela socióloga Daniela Vieira dos Santos. Esperamos contribuir para o desenvolvimento de pesquisas na interface “música e religião”, e mais especificamente, no fortalecimento da temática “rap e religião” dentro da Ciência da religião.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-08-29

Como Citar

CARVALHO ROCHA, B. A nova condição religiosa do rap: : os modos mítico-poéticos e a Teologia da reexistência. Numen, [S. l.], v. 26, n. 1, 2023. DOI: 10.34019/2236-6296.2023.v26.39173. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/numen/article/view/39173. Acesso em: 17 jun. 2024.

Edição

Seção

Seção temática: Religião & Música