Religião, Decolonialidade e o Princípio Pluralista

  • Claudio de Oliveira Ribeiro

Resumo

O texto apresenta os resultados da pesquisa cujo objetivo é analisar a relação entre o pensamento decolonial, os estudos de religião e o princípio pluralista. Metodologicamente, a pesquisa está centrada na formulação de sínteses relativas ao pensamento decolonial, com o recurso de fontes diversificadas, mas com determinado recorte teórico comum, especialmente a noção de “entre-lugar” e de fronteiras, associada às tensões entre as sociologias das ausências e das emergências de identidades e às críticas às formas de colonialidade do poder, do saber e do ser. Tais fontes correspondem também a algumas das principais bases conceituais do princípio pluralista. Neste sentido, há uma circularidade na apresentação destas duas perspectivas, mediada pela preocupação com as implicações da visão decolonial para os estudos de religião. Entre os resultados da pesquisa estão as descrições de algumas tarefas decoloniais: (i) a crítica à visão de um pensamento único, (ii) a revisão da perspectiva de “centrocentrismos”, (iii) o questionamento da visão de universalismo das ciências e da ética, (iv) a análise crítica da supremacia da racionalidade formal técnico-científica moderna e uma avaliação criteriosa da forma meramente conceitual da produção do conhecimento, (v) a revisão da noção de indivíduo desprovida da interação constituinte do humano com a comunidade, a história, a natureza e o cosmo, e (vi) o exame da ideologia das identidades rígidas e fixas.

Biografia do Autor

Claudio de Oliveira Ribeiro
Doutor em Teologia pela Pontificia Universidade Católica do Rio de Janeiro, com estágio de pesquisa de Pós-doutorado na Southern Methodist University, Dallas-EUA.
Publicado
2020-12-31