Aspectos históricos e epistemológicos da Ciência da Religião no Brasil. Um estudo de caso.

  • Frederico Pieper UFJF

Resumo

Este artigo se propõe a analisar os três projetos de graduação elaborados no decorrer da história do departamento de C. da Religião da Universidade Federal de Juiz de Fora. A primeira proposta foi elaborada em 1971. Em 1980, há tentativa de reestruturação mais profunda. Na década de 1990, ocorre a proposição de um curso de especialização tendo em vista a formulação de uma futura graduação. E, por fim, em 2011 há um novo projeto pedagógico, que atualmente se encontra em andamento. Com intuito de se evitar uma abordagem histórica puramente descritiva e investir numa aproximação reflexiva, uma pergunta nos guiará: qual a concepção de ciência da religião subjacente a cada projeto pedagógico? No caso do curso da UFJF não somente houve alternância quanto ao nome (primeiramente, Ciências das Religiões depois Ciência das Religiões e, por fim, Ciência da Religião), mas também quanto às concepções que os projetos pedagógicos expressam. Parte-se de uma vinculação mais forte com a teologia, passando por uma aproximação com as ciências sociais e, chegando-se à ênfase nas diversas tradições religiosas e discussões teórico-metodológicas.

 

Palavras-chave: Ciência da Religião, UFJF, epistemologia, aspectos históricos.

Biografia do Autor

Frederico Pieper, UFJF
s
Publicado
2019-04-23