Religião e Cidade : A narrativa das parteiras e sua religiosidade na Belo Horizonte dos anos 90 / Religion and the city of Belo Horizonte: the story of the midwives and their religiosity in the 1990s

  • Amauri Carlos Ferreira PUC-Minas
  • Yonne Souza Grossi PUC-Minas
Palavras-chave: Cidade, parteiras, religiosidade.

Resumo

Resumo

Esta pesquisa discute a existência de parteiras e seu ofício imemorial na cidade de Belo Horizonte, capital do Estado de Minas Gerais, terceira metrópole do país. Formaliza uma cidade planejada e projetada, qualifica um ícone da modernidade. Nosso estudo traz a presença arcaica de parteiras em sua religiosidade: sobrevivência cultural da antiga vila de Curral d’El Rey, berço da edificação da nova metrópole. Utilizamos o método da história oral para melhor compreender esse ofício de partejar em contraponto ao considerado mundo moderno.

Palavras-chave: Religiosidade. Cidade. Parteiras

Abstract

This study discusses midwives in the city of Belo Horizonte, the capital of Minas Gerais, the third metropolis of Brazil. It shows how a planned city can be an icon of modernity. Our investigation brings out the archaic presence of midwives in terms of their religiosity: a cultural survival of the ancient village of Curral d´El Rey, the starting point of the new metropolis. We use the method of oral history to better understand the work of a midwife in comparison with the so-called modern world.

Keywords: Religiosity. City. Midwives

 

Biografia do Autor

Amauri Carlos Ferreira, PUC-Minas
Professor de Filosofia e Ciências da Religião da PUC-Minas- Mestre(PUC-SP), Doutor em CIências da Religião(UMESP) ,Pós doutor em Educação(UFMG)
Yonne Souza Grossi, PUC-Minas
Professora da PUC-Minas-Mestre em Ciência Política(UFMG)
Publicado
2012-12-06
Seção
Seção Temática: Religiões e religiosidades no contexto cultural contemporâneo