Cinema em retalhos: Super-8, Marcos Bertoni e o Dogma 2002

Palavras-chave: Super-8, Marcos Bertoni, Dogma 2002, Cinema brasileiro

Resumo

Este artigo enfoca o cineasta e artista plástico Marcos Bertoni, criador do movimento Dogma 2002. Com uma obra em Super-8 reconhecida e premiada no Brasil, Marcos Bertoni inaugurou um estilo de cinema de remix muito particular com seu movimento Dogma 2002, paródia do Dogma 95 dinamarquês. O Dogma 2002 de Bertoni tem um único e simples mandamento: “Tudo é permitido, menos filmar”. O movimento conta com mais de uma dezena de filmes, a começar por Recuerdos da República (2002), uma obra de forte teor político. Em seguida, Bertoni realizou mais filmes Dogma 2002 como Dr. Eckardt (2002), O 24 Horas (2004), e Cocô Preto (2003), alguns deles premiados em festivais pelo Brasil. Todos filmes muito divertidos e irreverentes, misturando comédia, ficção científica e policial, com matizes políticas. Ainda hoje o Dogma 2002 de Marcos Bertoni continua vivo – e se reciclando. Sob o pseudônimo Marc Breton, Bertoni realizou  Zazá: o Artista, o Mito (2013) e As Núpcias do Coronel Santo Amaro (2019), entre outros títulos recentes, todos sob o signo do Dogma 2002. São filmes feitos a partir de rolos comprados em feiras livres ou sebos, doados por amigos ou parentes, ou simplesmente achados em latas de lixo. Cortados, remontados e (re)dublados, às vezes incorporam imagens rodadas pelo próprio Bertoni, porém ressignificadas, dando origem a criaturas fílmicas inesperadas. Marcos Bertoni, o Victor Frankenstein do cinema Super-8 brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alfredo Suppia, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)a

Professor de cinema do Departamento de Cinema e do Programa de Pós-graduação em Multimeios, Instituto de Artes, Unicamp.

Referências

ADAMS, James. New Yorker Lisa Oppenheim claims Aimia/AGO Photography Prize. The Globe and Mail – Art and Architecture,. Toronto, 29 de outubro de 2014. Disponível em: <https://www.theglobeandmail.com/arts/art-and-architecture/new-yorker-lisa-oppenheim-claims-aimiaago-photography-prize/article21369524/>. Acesso em: 3 ago. 2020.

CHION, Michel. A Audiovisão. Lisboa: Ed. Texto&Grafia, 2011.

SILVA NETO, Antônio Leão da (org.). Super-8 no Brasil: Um Sonho de Cinema. São Paulo: Ed. Do Autor, 2017.

URBAN, Rafael. Psicose Bossa Nova. Revista Piauí. Ed. 40, 2010. Disponível em <https://piaui.folha.uol.com.br/materia/psicose-bossa-nova/#>. Acesso em: 3 ago. 2020.

Publicado
2020-08-30
Como Citar
SUPPIA, A. Cinema em retalhos: Super-8, Marcos Bertoni e o Dogma 2002 . Lumina, v. 14, n. 2, p. 117-133, 30 ago. 2020.
Seção
Dossiê: Apropriação, Inapropriação, Desapropriação