O trabalho do/da Assistente Social na Assistência Estudantil

a experiência nas Universidades Públicas Estaduais do Nordeste

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34019/1980-8518.2020.v20.30452

Palavras-chave:

educação superior; assistência estudantil; trabalho profissional do assistente social; requisições profissionais

Resumo

Este artigo apresenta reflexões sobre o trabalho do/a assistente social no universo da educação superior pública estadual, trazendo algumas aproximações sobre a inserção profissional do/a mesmo (a) na educação, as competências e atribuições profissionais nesse espaço sócio-cupacional e as implicações da seletividade da assistência estudantil para o trabalho profissional. A síntese de nossas reflexões aponta que a principal requisição profissional do/a assistente social nessas instituições consiste na realização de avaliação socioeconômica dos discentes, enfatizando a seletividade dos programas de permanência,  constituindo-se, portanto, como um desafio para profissão no contexto de desmonte dos direitos sociais. 

Biografia do Autor

Edna Medeiros do Nascimento, UEPB

Mestre em Serviço Social pelo Programa de Pós-Graduação em Serviço Social pela Universidade Estadual da Paraíba. Assistente Social na Pró-Reitoria Estudantil da Universidade Estadual da Paraíba. (83) 996303776. ednamedeirosnascimento@gmail.com

Moema Amélia Serpa Lopes de Souza, Universidade Estadual da Paraíba

Doutora em Serviço Social pelo Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da Universidade Federal de Pernambuco. Professora do Departamento de Serviço Social e Pós-Graduação em Serviço Social da Universidade Estadual da Paraíba. (83) 999049528. serpamoema@gmail.com

 

Referências

ABREU, M. M. Serviço Social e a organização da cultura: perfis pedagógicos da prática profissional. São Paulo: Cortez, 2002.

ABREU, E. M. C. O TRABALHO DOS ASSISTENTES SOCIAIS NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA: as ações desenvolvidas no cotidiano institucional. In: Encontro Nacional de Pesquisadoras/res em Serviço Social, 16., [...], 2018, Vitória, Anais [...], Vitória-ES: ABEPSS, 2018. Disponível em: http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:http://www.periodicos.ufes.br/ABEPSS/article/download/22464/14962. Acesso em: 28 jun. 2019.

ABREU, E. M. C.O Serviço Social na educação profissional e tecnológica: principais requisições e funções dos assistentes sociais nos Institutos Federais de Educação. In: FÉRRIZ, A. F. P.; BARBOSA, M. de Q. (org.). Panorama da inserção do/a assistente social na política de educação. 1ª ed. Salvador: EDUFBA, 2019, p. 75-93.

ALBUQUERQUE, L. C. de. A Assistência Estudantil como Política de Permanência na UFPB. 2017. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2017. Disponível em: https://repositorio.ufpb.br/jspui/bitstream/tede/9919/2/Arquivototal.pdf. Acesso: 31 abr. 2019.

ALMEIDA, N. L. T. O Serviço Social na Educação: novas perspectivas sócio-ocupacionais. In: Simpósio Mineiro de Assistentes Sociais, 2007, Belo Horizonte, Anais [...] Belo Horizonte: GRESS-6ª, 2007. Disponível em: http://necad.paginas.ufsc.br/files/2012/07/O_Servico_Social_na_Educacao_perspectivas_socio_ocupacionais1.pdf. Acesso em: 23 jan. 2018.

BARBOSA, M. Q. A demanda social pela educação e a inserção do serviço social na educação brasileira. 1ª ed. Campinas, São Paulo: Papel Social, 2015.

BRASIL. Lei nº. 8.662, de 7 de junho de 1993. Dispõe sobre a profissão de Assistente Social e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, [1993]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8662.htm. Acesso em: 05 out. 2018.

BRASIL. Portaria Normativa nº 25, de 28 dezembro de 2010. Dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil para as instituições de educação superior públicas estaduais – PNAEST. Brasília, DF: Ministério da Educação, [2010b]. Disponível em: http://www.uel.br/prograd/eventos/enem/documentos/portaria_mec_25_28.12.2010.pdf. Acesso em: 28 jun 2019.

CARLOTTO, M. C. Weintraub propõe a Universidade amordaçada. In: Dossiê sobre o Programa FUTURE-SE do governo/MEC e as implicações para a Universidade e a Sociedade. Grupo de Pesquisa Trabalho, Precarização e Resistências Centro de Estudos e Pesquisas em Humanidades/CRH-UFBa. Agosto de 2019. P. 226-230. Disponível em: http://www.adm.ufba.br/sites/default/files/noticia/anexo/dossie_future-se.pdf Acesso em: 15 out 19

CAVAIGNAC, M. D.; COSTA, R. M. P. Serviço Social, Assistência Estudantil e “Contrarreforma” do Estado. R. TEMPORALIS. Brasília, v. 17, n. 34, p. 411-435, 2017. Disponível em: file:///C:/Users/ednav/Downloads/17589-54869-1-PB.pdf. Acesso em: 15 jan. 2019.

CAVALCANTI, G. Universidade Estadual da Paraíba aguarda reabertura de editais para voltar a receber recursos do PNAEST, 2017. Entrevista. Publicado no site da UEPB. Disponível em: http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-aguarda-reabertura-de-editais-para-voltar-receber-recursos-do-pnaest/. Acesso em: 05 jul. 2019.

CONSTANTINO, J. A.. Educação e Serviço Social: um estudo sobre o exercício profissional do/a assistente social nos programas de assistência estudantil das universidades federais de Pernambuco. In: FÉRIZ, A. F. P.; BARBOSA, M. Q. (org.). Panorama da inserção do/a assistente social na política de educação. 1ª ed. Salvador: EDUFBA, 2019, p. 241-259.

DAMASCENO, H. de J.; FÉRRIZ, A. F. P. O trabalho do assistente social na política de educação no estado da Bahia. 1ª ed. Aracaju: Criação, v. 1, 2018. E-book.

DENTZ, M.V.; SILVA, R. R. D. da. Dimensões históricas das relações entre educação e Serviço Social: elementos para uma visão crítica. Serviço Social & Sociedade. São Paulo, n. 121, p. 7-31, jan/mar. 2015.

FARIAS, M. S. AS DIMENSÕES TÉCNICO-OPERATIVA, TEÓRICO-METODOLÓGICA E ÉTICO-POLÍTICA DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NO IFBA. In: FÉRRIZ, A. F. P.; DAMASCENO, H. J. (org.). O trabalho do assistente social na política de educação no estado da Bahia. 1ª ed. Aracajú: Criação, 2018, v.1, p. 181-197. E-book.

FÉRRIZ, A. F. P.; ALMEIDA, N. L. T. O trabalho do/da assistente social na política de educação em tempos de gerencialismo. In: FÉRRIZ, A. F. P.; BARBOSA, M. Q. (org.). Panorama da inserção do/a assistente social na política de educação. 1ª ed. Salvador: EDUFBA, 2019, p. 15-31.

FÉRRIZ, A. F. P.; BARBOSA, M. Q. O trabalho do/a assistente social na educação no Nordeste. In: FÉRRIZ, A. F. P.; BARBOSA, M. Q. (org.). Panorama da inserção do/a assistente social na política de educação. 1ª ed. Salvador: EDUFBA, 2019, p. 33-51.

FÉRRIZ, A. F. P.; SILVA, I. B. Demandas e requisições das escolas públicas da cidade de Salvador que justificam a inserção da/do assistente social. In: FÉRRIZ, A. F. P.; DAMASCENO, H. de J. (org.). O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO NO ESTADO DA BAHIA. 1ª. Aracajú: Criação, 2018, v. único, p. 67-84.

GRACIANO, M. I. G.; LEHFELD, N. A. S. Estudo socioeconômico: indicadores e metodologia numa abordagem contemporânea. Revista Serviço Social & Saúde. Campinas: UNICAMP, v. IX, n. 9, p. 157-186. Jul. 2010.

IAMAMOTO, M. V. O serviço social na contemporaneidade: trabalho e formação profissional. 26 ed. São Paulo: Cortez, 2015.

KOWALSKI, A. V. OS (DES)CAMINHOS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL E O DESAFIO NA GARANTIA DE DIREITOS. 2012. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Faculdade de Serviço Social, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre 2012. Disponível em: http://repositorio.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/5137/1/000438212-Texto%2bCompleto-0.pdf. Acesso: 28 mar. 2019.

LEHER, R. Análise preliminar do “FUTURE-SE” indica a refuncionalização das Universidades e Institutos Federais. In: Dossiê sobre o Programa FUTURE-SE do governo/MEC e as implicações para a Universidade e a Sociedade. Grupo de Pesquisa Trabalho, Precarização e Resistências Centro de Estudos e Pesquisas em Humanidades/CRH-UFBa. Agosto de 2019. p. 187-197. Disponível em: http://www.adm.ufba.br/sites/default/files/noticia/anexo/dossie_future-se.pdf Acesso em: 15 out 19

LIMA, D. G.; LIMA, R. L. A EC-95/2016 e a educação superior no Brasil: a materialização perversa do Novo Regime Fiscal. UNIVERSIDADE E SOCIEDADE, Brasília, v. 63, p. 46-57, 2019. Disponível em: https://www.andes.org.br/img/midias/0ec5f9ac2d526c8cf77a1ad0eeadc254_1549480264.pdf. Acesso: 12 mar. 2019.

LIMA, K. R. de S. O Banco Mundial e a educação superior brasileira na primeira década do novo século. Katálysis, Florianópolis, v. 14, n. 1, p. 86-94, 2011.

MARTINS, V.; ZAIDAN, L. S. G. O trabalho do assistente social frente as demandas intersetoriais. In: Jornada Internacional: Políticas Públicas, 8., 2017, São Luís. Anais [...] São Luís - MA: Universidade Federal do Maranhão, 2017. Disponível em: http://www.joinpp.ufma.br/jornadas/joinpp2017/pdfs/eixo2/otrabalhodoassistentesocialfrenteasdemandasintersetoriais.pdf. Acesso em: 30 ago. 2019.

MÉSZÁROS, István. A Educação Para Além do Capital. [tradução Isa Tavares]. 2ª ed. São Paulo: Boitempo, 2008.

MONTEIRO, J. O. Reflexões sobre o trabalho do/a assistente social na política de assistência estudantil da educação superior pública. In: Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais, 15., 2016, Olinda. Anais [...] Olinda - PE: 15º Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais, 2016.

NASCIMENTO, C. M.; ARCOVERDE, A. C. B. O serviço social na assistência estudantil: reflexões acerca da dimensão político-pedagógica da profissão. In: FONAPRACE; ANDIFES. (org.). Revista Comemorativa 25 Anos do FONAPRACE: histórias, memórias e múltiplos olhares. Uberlândia - MG: UFU, PROEX, 2012. v. 01, p. 167-179.

RECKTENVALD, M.; MATTEI, L.; PEREIRA, V. A. Avaliando o Programa Nacional
de Assistência Estudantil (PNAES) sob a ótica das epistemologias. Revista Avaliação, Campinas, SP, v. 23, n. 02, p. 405-423, jul. 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/aval/v23n2/1982-5765-aval-23-02-405.pdf. Acesso em: 23/07/19.

SANTOS, A. P. S.; NASCIMENTO, P. R. O trabalho do assistente social na educação profissional e tecnológica: da inserção à prática. In: FÉRRIZ, A. F. P.; DAMASCENO, H. J. (org.). O trabalho do assistente social na política de educação no estado da Bahia. 1ª ed. Aracajú: Criação, 2018, v.1, p. 161-180. E-book.

VIEIRA, R. B. O programa para a educação superior de Jair Bolsonaro: empreendedorismo, controle e ofensiva sobre o fundo. Revista educação e Universidade, Brasília: Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior, p. 89-101, 2019. Disponível em: https://www.andes.org.br/img/midias/a452f279df0114a269920b82dd61b091_1563379753.pdf. Acesso em: 14 set. 2019.

PEREIRA, L. D. ANÁLISE DA EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA PÓS-1990: insumos para uma reflexão sobre a formação profissional em Serviço Social. In: Encontro Nacional de Pesquisadores em Serviço Social, 13, 2012, Juiz de Fora. Anais [..] Brasília: ABEPSS, 2012.

PIANA, M. C. A construção do perfil do assistente social no cenário educacional. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2009.

PILETTI, N. História da Educação no Brasil. 7ª ed. São Paulo: Ática, 2002

Publicado

2020-12-15