Endotélio vascular e efeitos das Estatinas

Autores

  • José Marcos Girardi Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Flávia Araújo Girardi
  • Vera Maria Peters Centro de Biologia da Reprodução - UFJF

Palavras-chave:

Endotélio, Oxido Nítrico, Hipertensão, Hipercolesterolemia,

Resumo

O endotélio vascular é um tecido endócrino dinâmico que regula a contratilidade, atividades mitogênicas e secretórias na parede dos vasos e homeostase no lúmen vascular. Os fatores de risco para doença cardiovascular, como hipertensão e hipercolesterolemia, pioram a função endotelial, promovendo a aterosclerose. Várias são as conseqüências potenciais da disfunção endotelial, incluindo isquemia miocárdica e trombose, causando infarto do miocárdio. Estudos sugerem que medicamentos hipocolesterolêmicos reduzem isquemia miocárdica em pacientes com coronariopatia e, em especial, as estatinas diminuem os eventos cardiovasculares, em parte por melhora da função endotelial. Independente desta capacidade de redução do colesterol, existem evidências de efeitos pleiotróficos destes fármacos, tais como antioxidantes e antiinflamatórios. As estatinas parecem restaurar ou melhorar a função endotelial decorrente de aumento da biodisponibilidade do óxido nítrico, promovendo re-endotelização, redução do estresse oxidativo e inibição na resposta inflamatória.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-11-28

Como Citar

1.
Girardi JM, Girardi FA, Peters VM. Endotélio vascular e efeitos das Estatinas. hu rev [Internet]. 28º de novembro de 2007 [citado 19º de agosto de 2022];32(1):21-5. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/9

Edição

Seção

Artigos de Revisão da Literatura

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)