Conhecendo o Sistema Único de Saúde: um olhar da população

  • Rafael Kenji Fonseca Hamada Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora http://orcid.org/0000-0002-7540-3141
  • Vânia Olívia Coelho de Almeida Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Isabelle Caroline Fróis Brasil Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Sabrina Gesteira Souza Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Roane Adriane Barcelos Luzia Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Estela Márcia Saraiva Campos Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Isabel Cristina Gonçalves Leite Universidade Federal de Juiz de Fora
Palavras-chave: Sistema Único de Saúde, Avaliação em Saúde, Política de Saúde, Atenção Primária à Saúde.

Resumo

O Sistema Único de Saúde (SUS) amplia o conceito de saúde e orienta a organização do Sistema em princípios doutrinários e operacionais. O desconhecimento da população sobre o acesso democrático e o funcionamento do SUS pode dificultar a resolução dos problemas de saúde. Dessa forma, foi avaliado o nível de conhecimento da população residente em Juiz de Fora – MG sobre o sistema, através de um estudo transversal realizado na Região Sanitária 9 (RS9), que possui três Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS). Foi aplicado um questionário semiestruturado, que buscou identificar o conhecimento sobre os aspectos e o funcionamento do SUS a uma amostra de 457 indivíduos, com representação das populações vinculadas às três UAPS, durante agosto de 2014 a julho de 2015. Dentre os resultados, evidenciou-se que 70% dos entrevistados nunca receberam informação relacionada ao funcionamento do SUS, além de existir uma relação inversa entre renda e grau de informação sobre o sistema. Algumas variáveis apresentaram associação estatística significante, como o desconhecimento do caráter público e universal do SUS e o fato de a UAPS e o pronto-socorro ou emergência terem sido as unidades de saúde mais apontadas como primeira escolha quando precisam de atendimento de saúde. Logo, conclui-se que existe uma falha na disseminação do conhecimento acerca dos serviços oferecidos.

Biografia do Autor

Rafael Kenji Fonseca Hamada, Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora
Discente de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora
Vânia Olívia Coelho de Almeida, Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora
Discente de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora
Isabelle Caroline Fróis Brasil, Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora
Discente de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora
Sabrina Gesteira Souza, Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora
Discente de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora
Roane Adriane Barcelos Luzia, Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora
Discente de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora
Estela Márcia Saraiva Campos, Universidade Federal de Juiz de Fora
Núcleo de Assessoria, Treinamento e Estudos em Saúde da Universidade Federal de Juiz de Fora, NATES/UFJF
Isabel Cristina Gonçalves Leite, Universidade Federal de Juiz de Fora
Núcleo de Assessoria, Treinamento e Estudos em Saúde da Universidade Federal de Juiz de Fora, NATES/UFJF
Publicado
2020-01-24
Seção
Artigos Originais