O exotismo inverso Pankararu

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34019/2318-101X.2020.v15.33000

Resumo

Este artigo aborda a mobilização étnica de uma população indígena migrante na cidade de São Paulo. De forma a promoverem a visibilidade de sua condição social e reivindicarem a identidade de indígenas, organizaram apresentações públicas de uma tradição até então restrita a suas aldeias. Neste artigo defendo a ideia de que os indígenas Pankararu construíram, em uma situação e um local não usualmente indígena, um espaço para exibição de autênticas renovações culturais e de novas reflexividades sobre a identidade étnica.

Downloads

Publicado

2020-12-15