Mestrados profissionais da área de educação

políticas inovadoras para a educação superior

Autores

  • Flávia Werle Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Linha de pesquisa e intervenção social, Profissionalização do educador, Mestrado profissional

Resumo

Discussão de propostas de mestrado profissional da área de educação (MPE) mediante a concepção de profissionalização como prática contextualizada em diálogo com as circunstancias locais e de interlocução constante com a sociedade. A metodologia envolve consulta a documentos normativos, aná­lise das propostas dos MPE disponíveis no site da Capes, considerando os cursos implantados, em homologação e já homologados pelo CNE, as Áreas de Concentração e as linhas de pesquisa e intervenção social. A análise dos MPE implantados considera contextualização, inovação e formação com base na experiência profissional. Identifica os MPE como espaços de constru­ção da profissionalização do educador mediante dois eixos de contribuição. No primeiro, a profissionalização é identificada na proposta de cursos MPE que se constituem em esforço de articulação da Universidade com as de­mandas sociais, de atenção à diversidade de fazeres e de espaços de prática educacional. No segundo, pelos objetivos que contribuem para a formação de profissionais da educação comprometidos, questionadores e voltados para a qualificação e intervenção comprometida com seus espaços profissionais.

Referências

BALL, Stephen. Profissionalismo, gerencialismo e performatividade. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v.35, n.126, São Paulo,set./dez.2005, p. 539 – 564.
Stephen J., Ball. Performatividade, privatização e o pós-Estado do Bem-Estar Educação & Sociedade; v. 25, n.89, 2004, p. 1105-1126.
CERTEAU, Michel de. A Invenção do Cotidiano. Volume 1: Artes de Fazer. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.
FREY, Klaus. Políticas públicas: um debate conceitual e reflexões referentes à prática da análise de políticas públicas no Brasil. Planejamento e políticas públicas. Brasília, n.21, IPEA, p. 211 - 257. Junho 2000.
LIMA, Licínio. A escola como organização educativa: uma abordagem socio¬lógica. São Paulo: Cortez, 2001.
MORAES, Maria Helena Machado de. Ensino Superior brasileiro: discussão sobre os mestrados profissionais. IN: TAUCHEN, Gionara, BORGES, Daniele Simões (org) Docencia e Políticas na Educação Superior. Curitiba: Editora CRV, 2014. P. 163 – 174.
SPAGNOLO, Fernando; SOUZA, Valdinei Costa. O que mudar na avaliação da Capes? Revista Brasileira de Pós-Graduação, v.1, n.2, p. 8 – 34, Nov. 2004.

Downloads

Como Citar

Werle, F. . (2020). Mestrados profissionais da área de educação: políticas inovadoras para a educação superior. Pesquisa E Debate Em Educação, 5(2), 7–25. Recuperado de https://periodicos.ufjf.br/index.php/RPDE/article/view/31954