Una propuesta de enseñanza del participio atributivo y circunstancial griego desde la perspectiva de la sintaxis estructural-funcional

Autores

Resumo

Os particípios pertencem ao conjunto das formas nominais do verbo grego, que também inclui infinitivos e adjetivos verbais. Essas formas caracterizam-se por constituir uma categoria intermediária entre o substantivo e o verbo tanto por sua morfologia quanto por sua sintaxe, que difere de algumas línguas modernas, o que muitas vezes dificulta o ensino e a aprendizagem. A partir de uma perspectiva estrutural-funcional, apresentaremos uma proposta que acreditamos poder facilitar o ensino e aprendizagem do particípio grego atributivo e circunstancial ao mostrar sua equivalência com outras estruturas pertencentes à mesma classe de preenchimento de diferentes funções sintáticas. Para isso, faremos um apanhado de nosso referencial teórico, explicaremos como os particípios atributivos e circunstanciais são concebidos a partir dessa perspectiva, apresentaremos exemplos de autores clássicos e, a título de conclusão, apontaremos algumas diretrizes para o seu ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Matías Sebastián Fernandez Robbio, Universidad Nacional de Cuyo

Sou Professor de Grau Universitário em Filosofia (UNCUYO, 2010), Mestre Universitário no Mundo Clássico e a sua projeção na Cultura Ocidental (UNED, 2018), Doutor em Letras (UNC, 2021) e Posdoutor em Ciências Sociais, Humanidades e Artes (UNC, 2023). Além da minha formação acadêmica nas grandes áreas da Filosofia e da Filologia, tenho me formado como Diplomado Superior em Ciências Sociais com menção em Gestão das Instituições Educativas (FLACSO, 2021) e Especialista em Gestão e Condução do Sistema Educativo e as suas Instituições (FLACSO, 2022).

Downloads

Publicado

2023-12-18