Religiosidade e ética

uma leitura existencial a partir da visão de Viktor Frankl

Autores

  • Thiago Antonio Avellar Aquino Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.34019/2236-6296.2023.v26.40505

Resumo

O presente artigo objetivou discutir acerca das relações entre religiosidade e ética a partir da perspectiva do pensamento de Viktor Frankl. Para tanto, identificou-se, por meio de uma revisão bibliográfica, sua visão acerca da religiosidade e da ética, tendo por base a busca do sentido da vida. Para aprofundar a temática, autores como Martin Buber, Max Scheler e Johannes Hessen serviram como interlocutores para o diálogo sobre a vontade de um sentido último da vida. Dessa forma, foram discutidas as interrelações e implicações existenciais do homo religiosus e do homo ethicus, discorrendo acerca da ética vivencial imbricada na relação do sujeito com o mundo. Concluiu-se que o ético e o religioso, para Frankl, se amalgamam no conceito de consciência (Gewissen) em que, para o homem religioso, ecoa a voz da transcendência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Antonio Avellar Aquino, Universidade Federal da Paraíba

Professor do Departamento de Ciências das Religiões da Univerisidade Federal da Paraíba

Downloads

Publicado

2023-12-05

Como Citar

AQUINO, T. A. A. Religiosidade e ética: uma leitura existencial a partir da visão de Viktor Frankl. Numen, [S. l.], v. 26, n. 2, 2023. DOI: 10.34019/2236-6296.2023.v26.40505. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/numen/article/view/40505. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Seção Temática: Religião e Ética

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)