Tradições africanas recriadas em prosa e verso

Autores

  • Felipe Fanuel Xavier Rodrigues

DOI:

https://doi.org/10.34019/2236-6296.2019.v22.29612

Resumo

O presente artigo se propõe a explorar as representações da África em textos selecionados de Lívia Natália e Maria Stella de Azevedo Santos (ou Mãe Stella de Oxóssi). Para isso, são examinadas algumas questões teóricas relativas à literatura de pessoas negras e estabelecidas encruzilhadas discursivas, dentro das quais textos e contextos afrodiaspóricos são entrecruzados à procura de uma voz negra recriada em prosa e verso. Nas recriações literárias das tradições africanas, aparecem textos de novas ideias e significados que fornecem recursos de sobrevivência e histórias de combate às variadas formas de violências impostas às pessoas negras. A apropriação criativa de formas culturais afrodiaspóricas na imaginação literária de mulheres negras revela o valor polivalente dos símbolos africanos na diáspora e sua capacidade de fundamentar discursos identitários diversos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-02-11

Como Citar

FANUEL XAVIER RODRIGUES, F. Tradições africanas recriadas em prosa e verso. Numen, [S. l.], v. 22, n. 1, p. 147–162, 2020. DOI: 10.34019/2236-6296.2019.v22.29612. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/numen/article/view/29612. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

Religiões Africanas e Afrodiaspóricas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)