A experiência mística e o sagrado na obra de Marina Abramović

  • Daniela Cordovil Universidade do Estado do Pará

Resumo

O artigo pretende analisar as condições de transposição da experiência mística para a obra de arte a partir da análise da obra de Marina Abramović. A principal hipótese desta pesquisa é que as noções de sagrado e de espiritualidade são um elemento chave para compreender como se dá a passagem das performances que tematizam o corpo que sofre, para performances cuja ênfase está no corpo que se cura. Para apoiar a análise, serão utilizados imagens e informações apresentados no filme “Espaço Além. Marina Abramović e o Brasil” (2016), assim como testemunhos, vídeos, websites e entrevistas da artista. A partir da análise das obras e da trajetória da artista será feita uma reflexão sobre o lugar do sagrado na arte contemporânea.

Biografia do Autor

Daniela Cordovil, Universidade do Estado do Pará
Doutora em Antropologia pela Universidade de Brasília. Professora de Antropologia da Universidade do Estado do Pará. Investigadora da Universidade Nova de Lisboa.
Publicado
2020-12-31