ASSOCIAÇÃO ENTRE RELIGIOSIDADE E DEPRESSÃO: UMA ANÁLISE HISTÓRICA E DE RESULTADOS NA PSICOLOGIA

  • Alexandre Nascimento Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
  • Mariana Sena Nascimento Faculdade de Santa Catarina (FASC)
Palavras-chave: Religião.Depressão.Psicologia.Saúde mental.

Resumo

Na atualidade, à experiência religiosa está sendo destacada como elemento importante na vida dos indivíduos, despertando interesse entre os pesquisadores, principalmente por evidenciarem associações com a depressão. Assim o objetivo deste estudo é verificar a associação entre religiosidade e depressão, destacando sua relação histórica e de resultados na psicologia. O fator histórico do tema da religiosidade aparece na literatura da Psicologia desde o início do século XX, com diversas abordagens de diferentes autores. Em relação a associação entre religiosidade e depressão, inúmeros estudos apresentam resultados positivos, assim como alguns estudos apresentam resultados negativos entre essas variáveis. Contudo podemos concluir que a religiosidade, é fator protetor para depressão e que na maioria dos casos contribui para diminuir os níveis da doença.

Biografia do Autor

Alexandre Nascimento, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Mestre em ciência do movimento Humano

Bacharel em Teologia

Graduado em Educação Física

Pesquisador colaborador do Laboratório de Psicologia do esporte e do exercício.

Mariana Sena Nascimento, Faculdade de Santa Catarina (FASC)
Graduanda em Estética e Cosmética
Publicado
2019-04-23
Seção
Seção Temática: Religião e Psicologia