Aspectos televisuais do espiritismo na telenovela brasileira à luz dos Estudos de Cultura Visual

  • Marcos Vinicius Meigre e Silva Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

A investigação deste artigo está assentada nos modos de figuração da mediunidade em telenovelas brasileiras, exibidas nas três últimas décadas: A Viagem (1994), Alma Gêmea (2005) e Além do Tempo (2015). Valemo-nos dos Estudos de Cultura Visual e do estilo televisivo como aporte metodológico para compreender de que maneira o referido preceito do espiritismo (mediunidade) foi apresentado nas obras. O intento é captar alterações técnicas e estéticas, acompanhadas de reconfigurações socioculturais da religiosidade brasileira, num procedimento que chamamos televisualidade. Observa-se a prevalência do didatismo nas obras, apesar das singularidades adotadas, tais como a precisa referência ao espiritismo em A Viagem, as inspirações doutrinárias a elementos não característicos da centralidade do espiritismo em Alma Gêmea e o teor generalista de Além do Tempo.

Biografia do Autor

Marcos Vinicius Meigre e Silva, Universidade Federal de Minas Gerais
Doutorando e mestre em Comunicação pela Universidade Federal de Minas Gerais. Bacharel em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de Viçosa. Membro dos grupos de pesquisa Comunicação e Cultura em Televisualidades (COMCULT/UFMG) e Comunicação, Linguagens e Tecnologias (COMLINTEC/UFV)
Publicado
2019-02-06
Seção
Seção Temática: Cultura Visual e Religião