A Crítica de Karl Seidenstücker ao Cristianismo: Reflexões Sobre Um Capítulo da História do Budismo na Alemanha

  • Frank Usarski

Resumo

Karl Seidenstücker (1876-1936), representante mais notável da primeira fase do budismo na Alemanha, já foi várias vezes objeto de pesquisa. Porém, ainda faltou uma investigação que o problematizasse como crítico radical do cristianismo. O artigo preenche esta lacuna e completa a imagem de um capítulo específico da história do budismo na Alemanha. Enquanto hoje em dia o diálogo inter-religioso é um padrão também entre budistas e cristãos alemães, a posição de Seidenstücker com relação ao cristianismo não perdeu sua relevância do ponto de vista histórico. Neste sentido uma retrospectiva demonstra exemplarmente que a adaptação de uma religião "estrangeira" não se dá em um vácuo, mas sempre ocorre dentro de um contexto social específico. Por sua vez, este contexto é constitutivo quanto ao auto-reconhecimento de convertidos também em relação à sua própria herança cultural. De acordo com esta hipótese, o artigo representa as linhas de argumentação contra o cristianismo que Seidenstücker desenvolveu em nome de uma geração inteira de budistas alemães. Em seguida são elaborados os motivos que o levaram a sua posição radical a respeito de sua religião de origem.

Publicado
2010-11-08
Seção
Artigos