Arte e instituições contemporâneas

dilema histórico

  • Vera Beatriz Siqueira
Palavras-chave: Museu de arte, Arte absoluta, Espestáculo

Resumo

Desde sua origem, o museu de arte se constituiu como um espaço autônomo de fruição estética, culturalmente responsável pelo oferecimento da possibilidade de se experimentar a arte em sua autonomia. Partindo desta constatação, o artigo reflete sobre o problema da descontextualização e do deslocamento de significados da arte em favor de sua absoluta autonomia, gerando uma noção de arte absoluta. Tal questão leva à reflexão sobre os processos de assimilação da crítica à instituição feita pelos artistas em suas proposições artísticas e sobre os processos de autocrítica do próprio museu. Decorrente destes processos, apura-se e problematiza-se uma nova autoridade do museu de arte.

Publicado
2019-09-13
Seção
DOSSIÊ – Encontros da arte: entre a tradição e a experimentação