Pensar as políticas culturais no século XXI

o caso de Lisboa

  • Paula Guerra
Palavras-chave: Políticas culturais, Campo e setores culturais, Lisboa

Resumo

Neste artigo procuraremos refletir sobre os novos desafios à política cultural local na cidade de Lisboa, bem como sobre as estratégias culturais levadas a cabo pela autarquia. Importa neste âmbito, e preliminarmente, proceder-se a um breve enquadramento – estado da arte – que vise a compreensão do desenvolvimento das políticas culturais portuguesas a partir do marco histórico basilar da História contemporânea portuguesa – a Revolução Democrática de 25 de Abril de 1974. Em seguida, tendo por base o relatório Estratégias para a cultura da cidade de Lisboa 2016 e as Agendas Culturais de Lisboa referentes ao ano de 2015 , leva-se a cabo uma dupla abordagem: uma primeira, que tem por base uma análise mais geral da realidade das práticas culturais locais em Lisboa e uma segunda que incide nos vários setores do campo cultural lisboeta , para daqui se aferir, de forma mais fina, as respostas emergentes perante os novos desafios que têm surgido na capital portuguesa.

Publicado
2019-09-13
Seção
DOSSIÊ – Políticas Públicas para Arte e Cultura