A Cidade é um Livro Aberto

uma reflexão acerca do Festival Correntes d’Escritas na Póvoa de Varzim

  • Rui Saraiva
  • Sofia Sousa
Palavras-chave: Póvoa de varzim, Correntes d’escritas, Políticas públicas, autarquia, Públicos

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar o papel que o Festival Correntes d’Escritas possui num contexto alargado espacial, nomeadamente a cidade de Póvoa de Varzim, bem como os impactos que o mesmo poderá ter causado ou que poderá provocar neste território. O principal foco será o de estabelecer uma relação entre o Festival e relacionar com conceitos teóricos inerentes às políticas públicas e/ou culturais, o papel que a Autarquia e os aparelhos culturais, que têm vindo a ser construídos, possuem para a realização deste evento e, por fim, uma relação com o(s) público(s).

Publicado
2019-09-12
Seção
DOSSIÊ – Políticas Públicas para Arte e Cultura