Disciplina, Fantasmagoria e Espetáculo: Técnicas do Observador, de Jonathan Crary

  • João Damasceno Martins Ladeira
Palavras-chave: cultura visual, fantasmagoria, teorias da comunicação, disciplina, modernidade

Resumo

No intuito de elaborar uma discussão estritamente teórica relativa à conexão empreendida por Jonathan Crary entre os conceitos de espetáculo e a ideia foucaultiana de disciplina, este texto recupera o livro Técnicas do Observador. Este debate procura reler um conjunto específico de argumentos presentes em tal obra, pontualmente aqueles sobre a fotografia, num esforço que, porém, ultrapassa uma reflexão pontual sobre tal técnica. Uma das críticas a Crary esteve no tratamento demasiado breve sobre a imagem fotográfica, tornando difícil perceber o que ali se encontrava em jogo: uma proposição sobre o papel das mídias na constituição da modernidade, na expectativa de indicar em que termos a administração sobre o corpo define certa relação com os sentidos. Aqui, propõe-se que este tema só pode satisfatoriamente compreendido recorrendo-se ao debate relativo a um terceiro problema, explorado de modo muito breve no Técnicas do Observador: o de fantasmagoria, como exposto por Adorno em sua investigação sobre Richard Wagner. A partir daí, tenta-se explorar uma ideia potente em Crary: o elo entre a expansão do conhecimento sobre o biológico e o aumento na habilidade para produzir certas imagens técnicas, recorrendo a ferramentas que sistematicamente escondem a origem do trabalho envolvido, transformando a fotografia num indício de um problema bem mais extenso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Damasceno Martins Ladeira

Professor auxiliar 1 do PPGCC/Unisinos, possui doutorado em sociologia pelo Iuperj (2009), mestrado e graduação em Comunicação pela UFF (2003, 2001). Anteriormente, foi bolsista de pós-doutorado Capes/PNPD (PPGCOM/Unisinos), professor substituto do curso de direito da Uerj (sociologia), tendo atuado, também, em universidades particulares. Pesquisador associado aos grupos Unisinos Tcav e Iesp Netsal, seus principais interesses de pesquisa são tecnologias da comunicação e informação, televisão, indústria cultural, imagem, globalização.

Referências

ADORNO, Theodor. In Search of Wagner. Londres: Verso, 1952.

ADORNO, Theodor; HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento: Fragmentos filosóficos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1944.

BOLTER, Jay David. Turing’s man: western culture in the computer age. Chapel Hill: University of North Carolina Press, 1984.

BAUER, Karin. Adorno’s Wagner: History and the Potential of the Artwork. Cultural Critique, Nova York, n. 60, p. 68–91, 2005.

CRARY, Jonathan. Techniques of the Observer. Cambridge: The MIT Press, 1990.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir. Petrópolis: Vozes, 1975.

HUYSSEN, Andreas. Adorno in Reverse: From Hollywood to Richard Wagner. After the Great Divide: Modernism, Mass Culture, Postmodernism. Bloomington: Indiana University Press, 1987. p. 16–43.

JAY, Martin. As ideias de Adorno. São Paulo: Cultrix, 1984.

MARKUS, Gyorgy. Adorno’s Wagner. Thesis Eleven, Nova York, v. 56, n. 1, p. 25–55, 1 fev. 1999.

MERQUIOR, José Guilherme. Arte e sociedade em Marcuse, Adorno e Benjamin: ensaio crítico sobre a escola neohegeliana de Frankfurt. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1969.

MITCHELL, William. The Reconfigured Eye: Visual Truth in the Post-Photographic Era. Cambridge, Mass.: The MIT Press, 1992.

PHILLIPS, David. Modern Vision - Techniques of the Observer: On Vision and Modernity in the Nineteenth Century by Jonathan Crary. Oxford Art Journal, Nova York, v. 16, n. 1, p. 129–138, 1993.

THOMPSON, John. A Mídia e a Modernidade: uma Teoria Social da Mídia. Petrópolis: Vozes, 1995.

Publicado
2019-12-30
Como Citar
LADEIRA, J. D. M. Disciplina, Fantasmagoria e Espetáculo: Técnicas do Observador, de Jonathan Crary. Lumina, v. 13, n. 3, p. 152-167, 30 dez. 2019.