Construir, desmanchar: a implantação de conjuntos habitacionais em Manaus e a dissolução da cidade flutuante em 1967

  • Vládia Pinheiro Cantanhede Heimbecker Universidade Federal do Amazonas
Palavras-chave: Manaus, urbanização, conjuntos habitacionais, favela, cidade flutuante.

Resumo

Neste artigo é abordada a promoção da habitação subsidiada pelo Estado em Manaus, frente o aparato desenvolvido por sucessivos governos nacionais, para efetivá-la como questão social no Brasil. Em meio à instauração de práticas incipientes de planejamento urbano na cidade, é destacada a aproximação entre o processo de implantação dos primeiros conjuntos habitacionais neste contexto, de Flôres e da Raiz, e o desmanche de um território, conformado por palafitas e flutuantes situados sobre as águas do Rio Negro, a “cidade flutuante”. Documentos e bibliografia nutriram a pesquisa e o argumento de que se tal processo não garantiu moradia à totalidade dos habitantes, que seriam em tese, conduzidos à cidade formal, contribuiu para o rompimento de laços previamente estabelecidos com o lugar dos que ali fixaram formas de vivência e experiências, às margens da capital.

Publicado
2017-03-07