Crise Social e Lutas Por Direitos no Início dos Anos 1930: Os Trabalhadores Diante do Governo Provisório

  • Luiz Eduardo de Oliveira
Palavras-chave: imprensa militante, política social, sindicalismo

Resumo

A partir da criação do Ministério do Trabalho, da Indústria e do Comércio e a decretação de uma restritiva lei sindical, entre 1930 e 1931, o Governo Provisório de Getúlio Vargas desencadeou um processo vigoroso de intervenção “pelo alto” na questão social. No presente texto, além de demonstrar que tal processo acabou gerando novos conflitos e organizações sociais, procurarei estabelecer um diálogo com as referências historiográficas que embasam a pesquisa que venho empreendendo sobre as visões produzidas pela imprensa militante da cidade do Rio de Janeiro em relação aos aspectos fundamentais da política social implementada no país no começo da década de 1930.

Biografia do Autor

Luiz Eduardo de Oliveira
Doutor em História Social (UFF), professor de História do Instituto de Educação Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais – IF Sudeste MG / Campus Juiz de Fora, integrante do Grupo de Pesquisa Brasil Republicano – Pesquisadores em História Cultural e Política (BR-PEHCP / CNPq) e autor de Os trabalhadores e a cidade: a formação do proletariado de Juiz de Fora e sua lutas por direitos (1877-1920), Funalfa / Editora da FGV, 2010.
Publicado
2013-01-28